|
  • Bitcoin 125.148
  • Dólar 5,0950
  • Euro 5,2509
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 19/07/2022, 16:11

São Paulo pode chegar a 12 desfalques contra o Inter

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 19 de julho de 2022

EDER TRASKINI
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O São Paulo segue na disputa de três competições em 2022: Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e Copa Sul-Americana. Muito por conta disso, o técnico Rogério Ceni vem tendo problemas e vê o seu já curto elenco "desmoronar", como ele mesmo definiu. O número de desfalques contra o Inter, nesta quarta-feira (20), no Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), pode chegar a 12.

No empate por 2 a 2 contra o Fluminense na tarde deste domingo(17), no Morumbi, Rogério Ceni perdeu dois atletas por suspensão, Patrick e Calleri receberam o terceiro amarelo, e viu dois titulares saírem machucados e preocuparem: Jandrei, com uma pancada nas costas, e Léo, um edema muscular na coxa direita —ambos não viajam com o time paulista.

"Nem o sistema eu já não escolho mais com o que eu quero. Eu escolho com o que eu tenho. Não é mais o que eu acho do time adversário, é o que eu acho do meu time. Se eu tenho possibilidade de jogar naquele sistema ou se tenho que ir para outro. Vai desmoronando, vai despedaçando. Cada dia vai caindo mais um pedaço. Infelizmente é natural. As equipes que têm grandes elencos vão se sobressaindo porque o desgaste é muito grande", afirmou o comandante são-paulino.

Na partida diante dos cariocas, Ceni já teve oito desfalques: Arboleda, Miranda, Walce, Reinaldo, Luan, Alisson, Caio e André Anderson, todos lesionados. O volante Andrés Colorado foi relacionado, mas o próprio técnico afirmou que ele não tinha condições de jogo. O cenário obrigou o técnico a lançar mais garotos, entre eles Patryck, lateral-esquerdo que fez sua estreia profissional e acabou saindo no primeiro tempo.

"Hoje, no final, tinham oito garotos da base. Não são nem jogadores da base que estão há muito tempo no clube, como Igor, Diego, Nestor são jogadores que estreiam, fazem terceiro, quarto jogo. Estamos jogadores que estamos experimentando nos jogos por necessidade. Em alguns casos, a gente tem que utilizar os mesmos jogadores e você corre o risco das lesões. E corre risco de ir enfraquecendo. É desumano para todos o calendário. Não tem quem resista. O ano vai chegando na parte mais importante e você vai ficando mais desfalcado e fragilizado", disse.

Por outro lado, quem pode estrear nesta quarta pelo time tricolor paulista é o atacante Marcos Guilherme, apresentado oficialmente nesta segunda-feira (18). Ele já está regularizado, e viaja com o time para o Rio Grande do Sul.

Portanto, uma provável escalação do São Paulo tem: Thiago Couto; Igor Vinícius, Diego Costa, Luizão e Welington; Pablo Maia, Gabriel Neves (Talles Costa), Rodrigo Nestor, Igor Gomes; Calleri (Luciano) e Eder.

O Inter, por sua vez, deve contar com o retorno do atacante Wanderson, recuperado de lesão na coxa esquerda. O técnico Mano Menezes poderá contar com os zagueiros Rodrigo Moledo e Gabriel mercado, poupador no empate sem gols contra o Athletico-PR, no último sábado (16). Bustos, Renê, Alan Patrick e Taison continuam no departamento médico. Dessa forma, uma possível escalação do time colorado tem: Daniel; Heitor, Rodrigo Moledo, Gabriel Mercado e Moisés; Gabriel, Edenilson, Carlos de Pena e Mauricio; Pedro Henrique e Alemão.

Estádio: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Horário: Às 20h30 (de Brasília) desta quarta-feira (20)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CE)

VAR: Adriano Milczvski (PR)

Transmissão: Premiere