|
  • Bitcoin 122.810
  • Dólar 5,0721
  • Euro 5,1719
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 05/03/2022, 18:24

São Paulo mantém invencibilidade contra o Corinthians na estreia de Vítor Pereira

PUBLICAÇÃO
sábado, 05 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O São Paulo chegou neste sábado (5) ao sétimo jogo invicto no Campeonato Paulista. No duelo em que o Corinthians promoveu a estreia de seu novo treinador, o português Vítor Pereira, o time são-paulino venceu o clássico disputado no Morumbi por 1 a 0.

Jonathan Calleri, com apenas 52 segundo de jogo, foi responsável por definir o placar que ajudou a equipe tricolor a ampliar uma série invicta contra o adversário.

Desde 2017, os corintianos não vencem o São Paulo na casa do rival. O último triunfo alvinegro por lá foi no dia 16 de abril daquele ano, na semifinal do Estadual, por 2 a 0. De lá para cá, foram nove jogos e agora seis vitórias dos mandantes e três empates.

Apesar da derrota, o Corinthians está em uma situação tranquila na competição, pois já garantiu sua vaga nas quartas de final. Com 17 pontos, lidera o Grupo A.

Já o elenco comandado por Rogério Ceni chegou aos mesmos 17 pontos, também lidera a Chave B, mas ainda não confirmou matematicamente sua classificação ao mata-mata.

O duelo começou com um atraso de cerca de 10 minutos por causa da forte chuva, com granizo, que caiu na capital paulista. Inclusive, houve queda de energia na região do Morumbi, que afetou o funcionamento dos refletores do estádio. Quando a bola rolou, as luzes demoram dez minutos até voltar a funcionar.

Com o gramado ainda bastante encharcado, os donos da casa iniciaram o confronto com uma pressão no campo de ataque, que resultou num gol de Jonathan Calleri com apenas 52 segundos de jogo.

O lance acabou desenhando o cenário do primeiro tempo. Enquanto o Corinthians teve mais posse de bola e ficava rondando a área de Tiago Volpi em busca do empate, o São Paulo explorou os contra-ataques.

Mais presentes na frente, os corintianos tiveram duas ótimas chances. Na primeira, Paulinho finalizou na trave, aos oito minutos. E, na segunda, Róger Guedes teve um gol anulado após completar um rebote num lance em que Giuliano, em posição de impedimento, cabeceou na trave.

A defesa são-paulina, empenhada no duelo, conseguiu evitar que outras bolas chegassem à meta de Volpi e o goleiro, de volta à equipe titular substituindo Jandrei --ausente após testar positivo para Covid-19--, foi para o intervalo sem levar gol.

Depois do intervalo, o estreante Vítor Pereira esperou mais 15 minutos antes de fazer as primeiras mudanças na equipe. À essa altura, o São Paulo já tinha equilibrado o confronto, enquanto o Corinthians tinha mais dificuldades para chegar à meta de Volpi.

Mesmo com as trocas no time, sobretudo com as entradas de Jô e Cantillo, o time alvinegro não manteve mais a mesma ofensividade da etapa inicial, enquanto os são-paulinos conseguiram segurar a vitória.

*

SÃO PAULO

Tiago Volpi; Rafinha, Arboleda, Léo e Welington (Diego Costa); Pablo Maia (Gabriel Neves), Rodrigo Nestor (Andrés Colorado), Igor Gomes e Gabriel Sara; Rigoni, Eder (Juan) e Calleri (Rigoni). T.: Rogério Ceni.

CORINTHIANS: Cássio, Fagner (Gustavo Mosquito), João Victor, Gil e Lucas Piton (Bruno Melo); Du Queiroz (Cantillo), Paulinho, Renato Augusto e Giuliano (Jô); Willian e Róger Guedes. T.: Vítor Pereira

Estádio: Morumbi, em São Paulo (SP)

Público/renda: 39213; R$ 1.786.390,00

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)

VAR: José Claudio Rocha Filho (SP)

Assistentes: Marcelo Carvalho van Gasse (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)

Cartões amarelos: Rodrigo Nestor e Rigoni (SPFC)

Gols: Calleri, aos 52 segundos/1ºT