|
  • Bitcoin 125.579
  • Dólar 5,1412
  • Euro 5,3137
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 27/06/2022, 13:00

São Paulo entra na Justiça contra Turibio e pede explicações por fala sobre DM

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 27 de junho de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) - O São Paulo entrou na Justiça na última quinta-feira (23) contra o ex-fisiologista do clube Turíbio Leite de Barros por causa de declarações sobre o departamento médico tricolor. Ele fazia parte da Divisão de Excelência Médica, criada pela gestão Casares para coordenar a área de saúde são-paulina, mas deixou o grupo.

O embate começou quando um áudio do fisiologista foi publicado pela "Jovem Pan". Nele, Turíbio diz ter conseguido equipamentos para a modernização do departamento médico do clube, que teria recusado. Ele termina dizendo que ia esperar que a imprensa investigasse as razões da decisão do São Paulo. "Eu não tenho como ficar falando porque eles vão me massacrar, vão cair em cima de mim, e aí é uma luta desleal. Eu contra o São Paulo. Então, eu vou deixar que a imprensa investigue isso".

Durante a cerimônia de homenagem aos campeões da Libertadores de 1992, o presidente Julio Casares comentou as declarações e afirmou que o São Paulo entraria na Justiça contra o fisiologista, o que foi feito no final da última semana.

"O negócio não era bom. Não era bom para o São Paulo. O DEM, grupo que foi montado tecnicamente, não aprovou. Eu não vi a necessidade desses equipamentos. Agora a forma que ele colocou naturalmente ele vai ser interpelado. O jurídico vai ser acionado, se tem mais pessoas como ele afirmou, ele vai na Justiça falar. Ainda não entramos com o pedido, mas isso é bom até para ele mesmo. Para o bem dele, para ele poder se explicar. Eu evito falar porque respeito ele. Mas é importante porque se coloca nas redes sociais", disse

No pedido à Justiça, o São Paulo afirma que as opiniões de Turíbio no áudio lançam dúvidas sobre a condução da área da saúde do São Paulo por sua divisão de excelência médica. O clube ressalta que o fisiologista deixou o DEM por vontade própria.

"Depois que o Dr. Turibio deixou o DEM, seus integrantes continuaram a decidir os rumos das ações direcionadas à melhoria dos serviços de saúde dedicados a todas as categorias de futebol do SPFC, notadamente, por óbvio, a categoria de futebol profissional masculino", escreveu.

O clube cita a relevância de Turibio na área para dizer que todas suas vêm carregada "de muito peso". "Nessa condição, suas palavras e opiniões impactam fortemente o público, especialmente o torcedor são-paulino. (...) Ou seja, as dúvidas lançadas no ar pelo Dr. Turibio colocam sob suspeita a correção e idoneidade das condutas do SPFC, pelo DEM, relativamente à área de saúde do futebol profissional masculino.20. Essas dúvidas não podem ficar 'no ar', soltas e sem explicação...!", prossegue.

O UOL Esporte entrou em contato com Turibio Leite, que preferiu não se manifestar. O São Paulo também foi procurado, mas ainda não respondeu. Caso faça, a nota será atualizada.