|
  • Bitcoin 148.328
  • Dólar 4,9391
  • Euro 5,1989
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 22/03/2022, 22:41

São Paulo busca virada contra o São Bernardo e avança à semifinal do Paulista

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 22 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O São Paulo demorou a deslanchar diante do São Bernardo nesta terça-feira (22), no Morumbi. Chegou a sair atrás no placar, mas não só buscou uma virada, como conseguiu avançar à semifinal do Campeonato Paulista com uma vitória por 4 a 1.

Davó foi quem abriu o placar na casa tricolor, mas Rodrigo Nestor, Pablo Maia, Marquinhos e Calleri comandaram a virada dos donos da casa, os atuais campeões do Estadual.

O primeiro tempo já indicava que não seria fácil. Apesar de ter finalizado 14 vezes ao gol, a equipe tricolor demorou quase a metade da etapa inicial para conseguir trocar passes mais próximos à grande área. Somente nos dez minutos finais, aliás, criou suas melhores oportunidades.

Em uma delas, Rodrigo Nestor perdeu uma grande chance, depois que a bola foi recuada para Alex Alves, o goleiro tentou driblar Luciano, mas foi desarmado. Nestor ficou com a sobra, deixou o camisa 1 para trás e invadiu a área livre de marcação. Com o gol praticamente livre, o volante chutou por cima do travessão.

O erro custou ainda mais caro logo depois do intervalo, aos 7 minutos, quando Reinaldo perdeu a bola na saída da defesa, desarmado por Cristovam, que tocou para Davó. O atacante tentou duas vezes antes de conseguir finalizar rasteiro e abrir o placar.

Pouco depois, Luciano chegou a empatar, mas o gol foi anulado por impedimento. Foi a senha para Ceni fazer uma série de mudanças. Welington, Calleri e Rigoni entraram em campo. As trocas deixaram o time mais ofensivo, mas ironicamente coube a Rodrigo Nestor empatar, aos 19 minutos.

A disputa por pênaltis já estava no horizonte da partida, mas aos 37 minutos Pablo Maia recebeu a bola na entrada da área, em jogada ensaiada de escanteio, e deixou os donos da casa na frente do placar. Antes do fim do duelo, Marquinhos ainda ampliou, aos 42, e Calleri fechou a conta aos 46.

A virada evitou que o comandante são-paulino revivesse alguns traumas de sua primeira passagem como treinador do clube.

Em 2017, Rogério Ceni amargou resultados ruins em mata-matas no Morumbi que marcaram seu início de trajetória à beira dos gramados.

Começou justamente no Estadual, quando o time perdeu em casa o confronto de ida com o Corinthians na semifinal, por 2 a 0. Na volta, um empate fora eliminou os são-paulinos. Na Copa do Brasil, uma derrota em casa para o Cruzeiro, por 2 a 0, foi fundamental para provocar a queda na quarta fase. A equipe até venceu na volta, mas o 2 a 1 foi insuficiente para virar o confronto.

Antes do fim daquela temporada, mais uma eliminação precoce. Na primeira fase da Copa Sul-Americana, o time são-paulino empatou fora por 0 a 0 e, na volta, uma nova igualdade, mas por 1 a 1, favoreceu o time argentino pelo critério do gol como visitante.

Desta vez, o time conseguiu ter forças de buscar a virada e segue vivo na busca pelo título.

SÃO PAULO

Jandrei, Rafinha, Diego Costa, Léo e Reinaldo (Welington); Pablo Maia, Nestor, Igor Gomes (Calleri) e Alisson (Marquinhos); Eder e Luciano (Nikão). T.: Rogério Ceni.

SÃO BERNARDO

Alex Alves; Cristovam, Joilson (Ranavelli), Matheus Salustiano e Ligger; Igor Fernandes (João Carlos), Rodrigo Souza e Vitinho (Léo Gomes); Silvinho (Rafinha), Paulinho Moccelin e Matheus Davó. T.: Márcio Zanardi.

Estádio: Morumbi, São Paulo (SP)

Público; 29.731 torcedores

Renda: R$ 1.172.472,00

Árbitro: Douglas Marques das Flores

Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Fabrini Bevilaqua Costa

VAR: Jose Claudio Rocha Filho

Cartões Amarelos: Eder, Pablo Maia (SAO); Paulinho Moccelin, Vitinho, Rodrigo Souza (SBO)

Cartões Vermelhos: Paulinho Moccelin (SBO)

Gols: Matheus Davó (SBO), aos 07'/1ºT; Rodrigo Nestor (SAO), aos 19', Pablo Maia (SAO), aos 37, Marquinhos (SAO), aos 41', e Calleri (SAO), aos 46'/2ºT