|
  • Bitcoin 150.538
  • Dólar 4,9314
  • Euro 5,2113
Londrina

BRASILEIRÃO

m de leitura Atualizado em 23/04/2022, 20:36

São Paulo busca empate contra mistão do Bragantino

Na Arena, Athletico vence o Flamengo com gol de pênalti e deixa a lanterna

PUBLICAÇÃO
sábado, 23 de abril de 2022

Folhapress
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

O Red Bull Bragantino precisou de apenas um minuto para complicar a vida do São Paulo neste sábado (23), no estádio Nabi Abi Chedid, pela terceira rodada do Brasileirão. A equipe de Maurício Barbieri abriu o placar muito rápido com Alerrandro e passou a se fechar para segurar a vitória. Deu certo até a metade do segundo tempo, quando Éder, com apenas cinco minutos em campo, balançou as redes e garantiu o empate por 1 a 1.

Preocupado com o calendário apertado, o técnico Maurício Barbieri escalou apenas o goleiro Cleiton, o lateral Aderlan e o volante Jadsom da equipe que costuma ser a titular do Red Bull Bragantino. Já o São Paulo foi a campo sem desfalques, mas com as entradas de Patrick, Andrés Colorado e Nikão entre os titulares.

O São Paulo ficou sem seu treinador nos minutos finais da partida. Rogério Ceni levou um cartão amarelo aos 43 minutos do segundo tempo, ao reclamar de cartão amarelo aplicado pelo árbitro Bruno Arleu de Araújo em Éder, e, poucos minutos depois, se dirigiu ao delegado da partida e começou a apontar para o quarto árbitro - o que culminou no cartão vermelho para o treinador são-paulino. Ceni fica suspenso da partida contra o Santos, marcada para o próximo dia 2.

Com o resultado, o Red Bull Bragantino está com cinco pontos, na terceira colocação, enquanto o São Paulo somou seu quarto ponto, ficando, momentaneamente, em quinto. Na próxima semana, as duas equipes tiram o foco do Brasileirão e voltam as suas atenções para os torneios continentais.

Na terça-feira (26), o Red Bull Bragantino vai à Argentina enfrentar o Estudiantes, pela fase de grupos da Libertadores. Dois dias depois, o São Paulo viaja para a Bolívia, onde enfrentará o Jorge Wilstermann, pela Copa Sul-Americana.

ATHLETICO BATE O FLAMENGO

Em jogo disputado na Arena da Baixada, em Curitiba, o Athletico recebeu o Flamengo e saiu com a vitória neste sábado (23). Com gol de pênalti de Terans, os donos da casa venceram por 1 a 0 e deixaram a lanterna do Brasileiro. O uruguaio responsável pelo único tento anotado no tempo regulamentar ainda acertou uma bomba no travessão de Hugo (Flamengo).

O Athletico não representava grande perigo ao Flamengo, mas criava mais pelo lado direito de defesa do rival. E foi neste flanco que Marcelo Cirino (Athetico) conseguiu tomar a frente de Isla (Flamengo) no lance que ocasionou a penalidade máxima, convertida por Terans. O chileno perdeu a passada, atingiu o camisa 7 e teve participação direta para o desenrolar da partida.

Em resumo, o Furacão fez uma partida aplicada e procurou os espaços deixados pelo Fla para sair em velocidade. Em tarde pouco inspirada, os cariocas não ofereceram muito perigo.

Na quinta (28), o Flamengo encara a Universidad Catolica (CHI), 19h, no Estádio San Carlos de Apoquindo, pela Libertadores. Também pelo torneio continental, o Furacão visita na terça (26) o Libertad (PAR), 19h15, no Defensores del Chaco.

FICHAS TÉCNICAS

EM BRAGANÇA PAULISTA

RED BULL BRAGANTINO 1

Cleiton; Aderlan, Léo Realpe, Kevin Lomonaco, Ramon; Jadsom (Léo Ortiz), Weverson (Eric Ramires), Miguel (Hyoran); Tubarão (Helinho), Alerrandro (Ytalo) e Carlos Eduardo. Téc: Maurício Barbieri.

SÃO PAULO 1

Jandrei; Rafinha, Arboleda, Diego Costa, Léo (Welington); Andrés Colorado (Éder), Igor Gomes, Rodrigo Nestor (Pablo Maia), Patrick (Alisson); Nikão (Rigoni) e Calleri. T.: Rogério Ceni.

Estádio: Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (Fifa/RJ)

Gols: Alerrandro (1'/1ºT), para o Red Bull Bragantino; Éder (24'/2ºT), para o São Paulo

Cartões vermelhos: Rogério Ceni, pelo São Paulo

EM CURITIBA

ATHLETICO 1

Bento; Orejuela (Pedro Rocha), Matheus Felipe, Pedro Henrique e Abner; Pablo Siles (Christian), Bryan García e David Terans (Marlos); Canobbio, Vitinho (Lucas Halter) e Marcelo Cirino (Pablo). Téc: Fabio Carille

FLAMENGO 0

Hugo; Willian Arão, Pablo e Léo Pereira; Isla, João Gomes (Andreas Pereira), Thiago Maia (Gabigol) e Lázaro (Everton Ribeiro); Marinho (Diego) e Arrascaeta; Pedro. Téc: Paulo Sousa

Estádio: Arena da Baixada, em Curtiba (PR)

Árbitro: Raphael Claus (Fifa/SP)

Gols: Terans, aos 31 minutos do 1º tempo