|
  • Bitcoin 123.435
  • Dólar 5,0741
  • Euro 5,2058
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 30/06/2022, 23:42

São Paulo abre 3, sofre após expulsões, mas vence Católica na Sul-Americana

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 30 de junho de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Emoção não faltou, mas o São Paulo, mesmo com três jogadores a menos, encaminhou a classificação às quartas de final da Copa Sul-Americana após vencer a Universidad Católica por 4 a 2, na noite desta quinta-feira (30), em Santiago, no primeiro duelo contra os chilenos. Os gols do time tricolor foram marcados por Reinaldo, Luciano (duas vezes) e Calleri. Zampedri e Valencia descontaram para os visitantes. Igor Vinicius, Rodrigo Nestor e Calleri foram expulsos no segundo tempo.

O técnico Rogério Ceni, diante do rival que teve atuação histórica em 2013, decidiu não preservar titulares e escalar 'força máxima' pela primeira vez no torneio continental, diferentemente do que fez durante a fase de grupos. Apesar dos nove desfalques, o elenco tricolor foi dominante e abriu 3 a 0 ainda no primeiro tempo.

Na etapa final, o cenário que parecia tranquilo ganhou contornos dramáticos. Logo no primeiro minuto, a Universidad Católica diminuiu. Aos cinco minutos, Igor Vinicius foi expulso. Mesmo com um a menos, o São Paulo ainda aumentou vantagem construída no Chile com uma bela jogada coletiva que resultou no gol de Calleri. Ainda havia tempo para mais: Rodrigo Nestor e Calleri também foram expulsos e deixaram o time com oito jogadores em campo. A Católica fez mais um, mas o São Paulo segue com enorme vantagem na eliminatória.

O duelo de volta será na próxima quinta (7), às 21h30, no Morumbi. Com o resultado no Chile, o São Paulo pode até perder por um gol de diferença que avança de fase. Derrota por dois gols leva a decisão para os pênaltis. Vale lembrar que não há a vantagem do gol marcado fora de casa na Sul-Americana. Quem passar às quartas de final encara Ceará ou The Strongest-BOL -os brasileiros venceram a ida por 2 a 1, na altitude de La Paz.

Antes da decisão contra os chilenos, o time tricolor entra em campo pelo Campeonato Brasileirono domingo (3), às 16h, quando visita o Atlético-GO, em Goiânia, pela 15º rodada do torneio nacional.

CRONOLOGIA

O São Paulo tomou conta do primeiro tempo desde o início e praticamente se sentiu em casa no Chile. O time tricolor abriu o placar logo aos 15 minutos, em pênalti sofrido por Calleri e convertido por Reinaldo. Mesmo após sair na frente, o time de Ceni se manteve no setor ofensivo e aumentou a vantagem com dois gols de Luciano, aos 27 e aos 38.

Na volta para a etapa final, dois sustos: Zampedri, no primeiro minuto, diminuiu para a Universidad Católica e, na sequência, Igor Vinicius foi expulso. O São Paulo reagiu e chegou ao quarto gol com Calleri, aos 17. Pouco depois, Rodrigo Nestor também recebeu cartão vermelho. Os chilenos fizeram mais um gol Valencia, aos 40. Antes do apito final, o time tricolor ainda teve mais um expulso: Calleri.

UNIVERSIDAD CATÓLICA

Perez; Isla, Daniel González, Asta-buruaga, Parot e Cuevas (Orellana); Saavedra (Felipe Gutiérrez), Núñez e Aued (Tapia); Fuenzalida (Valencia) e Zampedri. T.: Ariel Holan

SÃO PAULO

Jandrei; Diego Costa, Miranda e Léo; Igor Vinicius, Gabriel Neves (Pablo Maia), Igor Gomes, Rodrigo Nestor e Reinaldo (Luizão); Luciano (Patrick) e Calleri. T.: Rogério Ceni

Estádio: San Carlos de Apoquindo, em Santiago (Chile)

Árbitro: Christian Ferreyra (URU)

Auxiliares: Richard Trindad (URU) e Andres Nievas (URU)

VAR: Leodán González (URU)

Cartões amarelos: Daniel González (CAT); Igor Vinicius, Calleri, André Anderson, Luciano e Pablo Maia (SAO)

Cartão vermelho: Igor Vinicius, Rodrigo Nestor e Calleri (SAO)

Gols: Reinaldo (SAO), aos 15', e Luciano (SAO), aos 27' e 38'/1ºT; Zampedri (UNI), aos 1', Calleri (SAO), aos 17', e Valencia (UNI), aos 40'/2ºT.