Imagem ilustrativa da imagem SANTOS X CORINTHIANS<br> VIOLÊNCIA<br>Prisões e brigas em Santos e na Vila, antes do jogo
Imagem ilustrativa da imagem SANTOS X CORINTHIANS<br> VIOLÊNCIA<br>Prisões e brigas em Santos e na Vila, antes do jogo



Uma briga entre santistas e corintianos deixou 20 feridos antes do clássico. Torcedores do Peixe armaram uma emboscada para os rivais na Rua José de Alencar, próxima ao estádio. Pedras e garrafas foram arremessadas e diversas pessoas ficaram ensanguentadas. Eles foram encaminhadas ao Posto Socorro Central da cidade, por volta das 13h.
Depois, a Polícia Militar informou que ninguém foi detido.
Este não foi o único foco de confusão na tarde de ontem. Por volta das 14h, na entrada da cidade, no túnel do Monte Serrat, foram detidos cerca de 30 torcedores do Peixe, entre eles menores de idade, que estavam soltando fogos e atrapalhando o trânsito. Alguns motoristas fugiram no sentido contrário, com medo de serem atingidos.
A PM conduziu os menores para a delegacia seccional de Santos e eles ficaram detidos durante a partida.
Com eles, foram encontrados fogos de artifício e ingressos para o clássico. Como não havia paus, pedras ou quaisquer outras armas, a possibilidade de o grupo estar armando uma emboscada contra corintianos foi logo descartada.
Escoltadas, as caravanas de torcidas organizadas de Santos e Corinthians chegavam pacificamente ao estádio até a emboscada na proximidade da Vila Belmiro. Dentro do estádio, pelo menos, não houve registro de ocorrências graves.


GIRO PELA VILA



ROBINHO
Apresentação de ídolo foi bem discreta


A apresentação de Robinho para a torcida foi bem discreta comparada à última, de sua segunda passagem pelo Santos, em 2010.
Se a outra teve um dia especial só para a festa, com direito à banda Charlie Brown Junior, esta foi bem mais curta e durou poucos minutos no gramado da Vila Belmiro.
Por volta das 15h, após jogo preliminar do time infantil do Santos, o Rei do Drible surgiu com roupa de aquecimento, acompanhado dos dois filhos e deu volta olímpica. O camisa 7 chutou algumas bolas para a torcida e voltou ao vestiário.

TORCIDA
Músicas para provocar


Assim que a torcida do Corinthians encheu o espaço destinado, as provocações ao Santos começaram. Como revide, os donos da casa cantaram "Mil gols, mil gols, só Pelé, que jogou no meu Santos".