Imagem ilustrativa da imagem SANTOS X CORINTHIANS<br> SANTOS<br>Oswaldo vê Santos melhor




Apesar da derrota por 1 a 0 para o Corinthians no clássico, o técnico Oswaldo de Oliveira viu o Santos melhor durante a partida. Depois do tropeço, ele concedeu entrevista coletiva e lamentou o resultado, mas evitou falar em injustiça.
Para o treinador,mesmo após a expulsão do volante Alison, antes do intervalo, o Peixe seguiu comandando as ações e foi superior na partida.
- Justiça fica muito relativa pela circunstância do resultado. O Santos foi melhor o jogo interior, tanto quando estava 11 contra 11, quanto depois, com 11 contra 10. Nosso time criou as melhores oportunidades, não permitiu que adversário se impusesse. No segundo tempo, com a ausência de um jogador, a distância entre os homens começou a acontecer, o que é natural. Escanteios e faltas se repetiram e o Corinthians conseguiu o gol, sendo que antes, com um a menos, o Santos chegou três vezes na cara do goleiro com chances.
- Voltando na questão da justiça, criamos durante o jogo todo, a equipe se comportou de maneira a merecer a vitória - completou.
A arbitragem de Raphael Klaus também foi assunto na coletiva de imprensa. Oswaldo se conteve e evitou criticar o árbitro. Porém, quando questionado sobre o assunto, não resistiu e disse que o homem do apito interferiu no resultado:
-Hoje o Corinthians parou o jogo a toda hora. Lucas segurou a camisa do Ralf e foi amarelado. Depois, o jogador do Corinthians fez o mesmo e não deu nada. Não sei por que isso acontece. Acho, sim, que ele errou, foi condescendente, sim! O Cássio fez cera o primeiro tempo inteiro e não foi advertido. É coisa que tem acontecido sempre com os mesmos, contra os mesmos!