|
  • Bitcoin 121.113
  • Dólar 5,0855
  • Euro 5,2421
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 19/07/2022, 17:27

Santos tem campanha idêntica à de 2021 após 17 rodadas de Campeonato Brasileiro

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 19 de julho de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Santos já foi líder do Campeonato Brasileiro de 2022. O time alvinegro liderou o torneio na terceira rodada, mas desde então venceu três de 14 partidas, e já se apresenta para brigar contra o rebaixamento. Pelo menos é isso que a campanha idêntica a 2021 sugere.

Agora, o Santos se prepara para enfrentar o Botafogo nesta quarta-feira (20), às 21h30, na Vila Belmiro, pela 18ª rodada do Brasileiro. O Santos começa a rodada na décima colocação, com 22 pontos. O Botafogo é o 11º, com 21.

Depois de 17 rodadas do torneio nacional do ano passado, o time alvinegro tinha os mesmos 22 pontos, com campanha igual: cinco vitórias, sete empates e cinco derrotas. O saldo de gols atual é melhor: quatro contra zero em 2021.

Na última temporada, o Santos estreou técnico novo na 20ª rodada. O time demitiu Fernando Diniz após derrota para o Cuiabá, na 19ª partida do Brasileiro, e anunciou Fábio Carille apenas três dias depois. Dessa vez, porém, o processo vem demorando mais.

O Santos rescindiu com o argentino Fabián Bustos no dia 7 de julho, e já soma mais de dez dias sem comando técnico. Nesse período, o interino Marcelo Fernandes foi quem comandou a equipe em três partidas.

Em 2021, sob o comando de Carille, o time não subiu consideravelmente de rendimento, mas conseguiu deixar a 15ª posição que ocupava quando Diniz foi demitido e terminar o torneio em décima. Ainda assim, o Santos esteve ameaçado pela zona do rebaixamento até perto da rodada 34.

O clube da Vila Belmiro segue em busca de um treinador após acertar a contratação de Newton Drummond como novo executivo do clube —Edu Dracena pediu demissão após a saída de Bustos. A expectativa é que o time seja comando por Lisca, que pediu demissão do Sport nesta terça-feira (19).

AUXILIAR TEM DÚVIDAS NA ESCALAÇÃO

O auxiliar e interino Marcelo Fernandes tem uma dúvida na escalação do Santos para enfrentar o Botafogo nesta quarta-feira.

No treinamento desta terça-feira pela manhã, Marcelo escalou o time alvinegro com Bruno Oliveira como titular. Na parte final da atividade, saiu Vinicius Zanocelo para a entrada de Carlos Sánchez. Dessa forma, Bruno seria "camisa 8". A definição ocorrerá no dia da partida.

Rodrigo Fernández, recuperado de desconforto muscular, deve ser titular. O zagueiro Alex Nascimento, de volta após empréstimo ao Famalicão, de Portugal, já está regularizado e pode ser opção para a partida. Maicon, Sandry e Lucas Pires seguem no departamento médico.

A provável escalação é: João Paulo; Madson, Luiz Felipe, Eduardo Bauermann e Felipe Jonatan; Rodrigo Fernández, Vinicius Zanocelo (Carlos Sánchez) e Bruno Oliveira; Léo Baptistão, Ângelo (Lucas Braga) e Marcos Leonardo.

O Botafogo, por sua vez, segue com uma lista grande de desfalques: Breno, Kayque, Diego Gonçalves, Cuesta, Carlinhos, Rafael e Victor Sá continuam no departamento médico do time. Em contrapartida, o técnico Luís Castro conta com os retornos de Gatito Fernández, que sentiu desconforto e desfalcou o time na última partida, e Patrick de Paula, que não participou da última rodada após sentir dores no jogo anterior, contra o América-MG, pela Copa do Brasil. Hugo e Daniel Borges, que cumpriam suspensão, também estão de volta.

O lateral Fernando Marçal e o meia Eduardo, registrados no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF nesta terça-feira, estão entre os relacionados, e viajam com o time carioca.

Portanto, uma possível escalação inicial do Botafogo tem: Gatito Fernández; Saravia, Philipe Sampaio, Kanu, e Hugo; Del Piage (Sauer), Tchê Tchê (Oyama), Lucas Fernandes e Patrick de Paula; Erison e Vinicius Lopes.

Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Horário: Às 21h30 (de Brasília) desta quarta-feira (20)

Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)

VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

Transmissão: Premiere