|
  • Bitcoin 102.698
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 03/03/2022, 15:33

Rússia recorre à Corte Arbitral do Esporte contra sanções da Uefa e da Fifa

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 03 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A FRF (Federação Russa de Futebol) comunicou nesta quinta-feira (3) que irá recorrer à Corte Arbitral do Esporte, instância máxima do direito deportivo, contra as sanções da Fifa e da Uefa. As duas entidades baniram a seleção russa de competições internacionais como punição em decorrência da invasão russa à Ucrânia, que já dura uma semana. Assim, a Rússia não poderá disputar as eliminatórias e está fora da Copa do Mundo do Qatar.

Em comunicado, a FRF declarou que a Fifa e Uefa "não tinham base legal" para a decisão e violaram os "direitos fundamentais da federação russa".

"A decisão de retirar a seleção da classificação para a Copa do Mundo de 2022 foi tomada sob pressão de rivais diretos na repescagem, o que violou o princípio do esporte e as regras do fair play", escreve a federação, se referindo à Polônia, à Suécia e à República Tcheca, que estariam na disputa com a Rússia por uma vaga na Copa do Mundo do Qatar. As três seleções declaram que não enfrentariam a Rússia nas Eliminatória para o Mundial.

"A União Russa de Futebol também não teve o direito de apresentar sua posição, o que violou o direito fundamental de defesa. Além disso, ao tomar decisões, Fifa e a Uefa não levaram em consideração outras opções possíveis de ação, exceto a exclusão completa dos times russos."