ÁGUA NO CHOPE Rubro-Negro teve dois jogadores expulsos Diário do ABC Fernando Tupan De Curitiba A noite era para ser do Santos com a apresentação do seu elenco milionário. Mas o show foi do Atlético Paranaense, que mesmo com dois jogadores a menos, empatou com o Peixe em 0 a 0, na Vila Belmiro. Durante os 90 minutos o Rubro-Negro mostrou personalidade com Adriano, Kelly, Lucas e Kléber. No final da partida, os jogadores e a Comissão Técnica reclamaram do arbitro. O Santos tentou colocar o Atlético contra a parede no início da partida. Em apenas 12 minutos Marcus Vinicius, Luizinho Netto e Luís Carlos Goiano levaram cartão amarelo tentando parar o ataque santista formado por Caio, Valdir e Dodô. Só aos 15 minutos o Atlético reagiu e passou a realmente jogar e incomodar o adversário através dos avanços de Jorginho e Luizinho. Com as equipes jogando abertas as oportunidades de gol apareceram. A rede não balançou porque os atacantes batiam cabeça nas conclusões. Numa delas, Adriano teve a chance de abrir o placar. Kelly cruzou, a bola passou pelo goleiro, e o meia conseguiu o mais difícil: mandar a bola por cima da meta de Carlos Germano. Logo em seguida Lucas fez jogada pela esquerda e cruzou. O atacante Kléber chegou atrasado e perdeu a chance. Sentindo que poderia levar gol, Carlos Alberto Silva grudou Claudiomiro em Adriano. O treinador Oswaldo ‘Vadão’ percebeu a marcação e liberou os atacantes Kléber e Lucas. A dupla buscou fugir de seus marcadores, abrindo espaços para a penetração de Kelly e Jorginho. Na lateral-direita Luizinho mostrava deficiência técnica no ataque e na defesa. Para o segundo tempo Vadão sacou Goiano e promoveu a estréia de Silas. Era a tentativa do técnico dar qualidade na saída de bola. Aparentemente a substituição foi positiva, logo no primeiro minuto Lucas perdeu uma chance numa jogada iniciada pelo volante. No contra-ataque Claudiomiro quase abriu a contagem. Mas Flávio, bem colocado, evitou o gol. A partir do momento em que Silas passou a buscar o ataque, o Rubro-Negro levou a zaga santista ao desespero. Aos 21, ele achou Lucas livre. O centroavante entregou a bola para Kelly que mais uma vez mandou o tiro para fora. FICHA TÉCNICA Atlético Flávio; Luizinho Netto, Gustavo, Leonardo e Jorginho (Kleberson); Luís Carlos Goiano (Silas), Marcus Vinicius, Adriano (Cocito) e Kelly; Lucas (Adauto) e Kléber (Everaldo). Técnico: Oswaldo ‘Vadão’ Alvarez Santos Carlos Germano; Baiano, Galván, Márcio Santos e Rubens Cardoso (Dutra); Claudiomiro (Eduardo Marques), Michel (Anderson), Caio (David) e Robert (Adiel); Valdir e Dodô. Técnico: Carlos Alberto Silva Árbitros: Otávio da Silva e andré Ferreira Pinto Estádio: Vila Belmiro, em Santos Expulsão: Luizinho Netto e Kelly