|
  • Bitcoin 144.486
  • Dólar 4,8243
  • Euro 5,1620
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 07/04/2022, 18:20

Rooney responde alfinetada de Cristiano Ronaldo e mostra bom humor

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 07 de abril de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Wayne Rooney, técnico do Derby County, respondeu após ser alfinetado por Cristiano Ronaldo em um post no Instagram. O ex-atacante postou uma foto de sua participação no programa 'Monday Night Football', da 'Sky Sports', ao lado do ex-zagueiro Jamie Carragher, e viu o português comentar: "Dois invejosos".

Em entrevista coletiva, Rooney foi questionado sobre a reação de Ronaldo e mostrou bom humor na resposta.

"Não existe um jogador no mundo que não tenha inveja do Cristiano Ronaldo. A carreira dele, os troféus que venceu, o dinheiro que ganhou, o tanquinho dele, o corpo dele", disse Rooney.

"Eu acho que todo jogador, exceto talvez Lionel Messi, tem inveja do Cristiano", acrescentou o treinador.

O comentário do astro português tem como contexto as críticas que vem recebendo dos dois ex-jogadores, que estão atuando como comentaristas na emissora inglesa. Após o empate do Manchester United com o Leicester por 1 a 1 no último final de semana, Rooney disse que a volta de CR7 não beneficiou a equipe vermelha de Manchester.

"Ele marcou gols importantes no início da temporada, (...) mas acho que se você está olhando para o futuro do clube, tem que ir com jogadores mais jovens e famintos para levantar o United nos próximos dois ou três anos", avaliou o ex-camisa 10 do clube, de acordo com o 'Daily Mail'.

"Cristiano certamente não é o jogador que era quando tinha 20 anos. E isso acontece, é futebol. Ele é uma ameaça de gol, mas acho que precisam de jogadores jovens e famintos", concluiu.

Cristiano Ronaldo está em sua segunda passagem pelo Manchester UNited. Na primeira vez em que defendeu o clube de Old Trafford, ele dividiu o ataque da equipe com Rooney. O ex-atacante inglês atuou pelo United por 13 temporadas, entre 2004 e 2017, e se aposentou em 2021.