|
  • Bitcoin 104.165
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 25/05/2022, 19:23

Roma vence Feyenoord, conquista Liga Conferência e quebra jejum de 14 anos

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 25 de maio de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A Roma conquistou o título da Liga Conferência sobre a Feyenoord ao vencer por 1 a 0. O confronto, realizado na tarde desta quarta-feira (25) no Air Albania Stadium, contou com o gol de Zaniolo para consagrar os italianos.

Com a conquista, a Roma quebrou um jejum de 14 anos, já que o clube não levantava uma taça desde a temporada 2007/2008, com a dobradinha Copa da Itália e Supercopa. Ao vencer a primeira edição da Liga Conferência, o clube leva seu primeiro título da Uefa.

A conquista também teve um sabor especial para José Mourinho. O 'Special One' se tornou o primeiro treinador a conquistar títulos de todas as ligas europeias (Liga dos Campeões, Liga da Europa e Conferência) e chegou a sua 26ª taça da carreira.

Os primeiros minutos da partida foram com as duas equipes querendo jogo, mas sem conseguir desenvolver as jogadas para que elas se tornassem chances claras de gols. A bola não chegou nos atacantes, tamanha foi a intensidade dos dois times, que não deram espaços para seus adversários.

Em jogo de poucas oportunidades, Zaniolo não desperdiçou a primeira chance clara. Ele dominou no peito após Trauner não alcançar cruzamento de Mancini e tocou na saída do goleiro para balançar as redes.

Nos primeiros lances da segunda etapa, o Feyenoord mostrou que voltou para o campo querendo empatar o jogo. Após um cruzamento, Mancini desviou contra o próprio gol e a bola foi na trave. No rebote, Til bateu e obrigou Rui Patrício a fazer bela defesa.

Pouco depois o goleiro português apareceu novamente. Malacia pegou bem de fora da área e obrigou Rui Patrício a se esticar e espalmar. A bola ainda tocou no travessão antes de sair pela linha de fundo.

A equipe comandada por Arne Slot voltou do intervalo se impondo mais no confronto. Os jogadores do Feyenoord passaram a ter mais a bola e a ocupar espaços no campo de ataque. Além disso, a Roma também passou a cometer alguns erros no setor defensivo, dando mais oportunidades para os holandeses.

Em uma das poucas chegadas da Roma na segunda etapa, Bijlow mostrou seu trabalho. Após cruzamento, Veretout ficou com a sobra e bateu forte, a bola chegou a desviar, mas o goleiro saltou para espalmar e fazer grande defesa.

Na reta final da partida, a Roma deixou o Feyenoord com a bola e passou a se defender, ficando a maior parte do tempo com seus jogadores próximos à área. Os comandados de Mourinho conseguiram segurar a pressão holandesa para garantir o título.