|
  • Bitcoin 121.291
  • Dólar 5,0427
  • Euro 5,2130
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 18/07/2022, 20:44

Ricardo Goulart se despede do Santos

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 18 de julho de 2022

LUCAS MUSETTI PERAZOLLI
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Ricardo Goulart falou pela primeira vez após rescindir o contrato com o Santos. O meia-atacante de 31 anos abriu mão de tudo que tinha a receber até dezembro de 2023 para deixar o clube.

Goulart lamentou não ter dado certo no time alvinegro e disse não ter se sentido respeitado.

Ricardo Goulart disputou 30 jogos pelo Santos, com quatro gols marcados. Ele está à espera de oportunidades no mercado.

*

TEXTO DE GOULART NA ÍNTEGRA

"Foram seis meses no Santos FC, e eu sei muito bem o que esse time representa no futebol. Encerro minha passagem como jogador aqui. Quando cheguei, sabia do desafio, da responsabilidade e expectativa que eram depositadas sobre mim. Nas oportunidades que tive de estar dentro de campo, minha intenção era somar com os meus companheiros para conseguirmos resultados positivos. Na minha simplicidade e com mais experiência, intensifiquei a união do grupo. Estava disposto a fazer o meu melhor, mas infelizmente as coisas não saíram como planejei. Não tive a oportunidade que eu almejava ter, e não me senti respeitado pela história que construí com muito trabalho e dedicação até hoje.

Meu caráter e profissionalismo vão além do que estimam, e prefiro sair pelas portas da frente e preservar a minha família, que é a minha maior conquista até aqui. Aos meus companheiros, foi um enorme prazer estar com vocês, dividir vestiários e estarmos juntos em cada treino e jogos. À diretoria, o meu muito obrigado por ter confiado em mim e ter me dado a oportunidade de vestir essa camisa tão respeitada.

O Santos FC não merece estar nessa situação, e certamente meus companheiros irão reverter isso com a ajuda dos torcedores. É preciso entender a hora de se retirar e, pela pessoa idônea que sou, assim decidi. Gratidão por tudo que vivi aqui".