SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O técnico Renato Gaúcho, do Grêmio, afirmou que sua declaração sobre o estilo de jogo de Fernando Diniz foi distorcida.

Renato explicou que admira o jeito de jogar do técnico do Fluminense, mas não para implementar no seu time. Ele opinou que o estilo "é um risco muito grande", e que Diniz sabe o que ele que ele quis dizer.

O técnico gremista deu entrevista diretamente da praia do Rio de Janeiro, à ESPN. Ao podcast Joga com a Dez, ele havia dito que era "totalmente contra" a forma de jogar do colega de profissão.

"Fica até difícil dar entrevista, alguns distorcem. Se for ver, falei que cada treinador tem seu estilo. Admiro o do Diniz, mas eu não gosto de pôr em pratica no meu time porque é um risco muito grande, simplesmente isso. Fernando Diniz sabe exatamente o que falei", disse Renato à ESPN.

O QUE MAIS ELE DISSE

Renato ainda relatou que vai torcer para o clube tricolor carioca na final do Mundial de Clubes da Fifa, contra o Manchester City. O treinador ressaltou que já esteve na torcida do Flu na decisão da Libertadores, diante do Boca Juniors.

Torcida na final: "Vou torcer para o Fluminense, como torci na final da Libertadores".

Chance do Flu: "Futebol brasileiro, nesta quinta-feira (21) é difícil, mas futebol se decide lá dentro. Mesmo com um time sendo melhor, tem 90 minutos, uma eventual prorrogação, pênaltis... Em uma decisão, tudo pode acontecer".

COMENTÁRIOS DE RENATO AO ESTILO DE DINIZ

Renato disparou que a filosofia de jogo do técnico do Flu e da seleção é uma "roleta russa". Ao podcast, ele elogiou a forma de jogar, mas ponderou que "jamais vai correr os riscos" que a acompanham.

Estilo bonito, mas arriscado: Cada treinador tem sua cabeça, seus pensamentos, suas ideias. Ele tem um estilo de jogo que é bonito. Em primeiro lugar você tem que ter os jogadores para fazer isso. Ele tem o estilo dele, que é dele, não adianta que ninguém vai tirar isso, e é uma qualidade. Ele tem um estilo que é bonito, mas arriscado. Eu já não tenho".

Totalmente contra: "Eu sou totalmente contra o estilo de jogo dele. Por que é uma roleta-russa. Saiu jogando, bonito, todo mundo aplaude. Errou, é gol. Então esse risco eu não corro, jamais vou correr".

Adversário conhece: "Do jeito que o time dele joga, o adversário sabe. O adversário vai sempre armar uma arapuca para roubar a bola, e tem acontecido bastante, e eles têm tomado gol ou sofrido ameaças. Fez, deu certo, é bonito. Errou, perdeu o jogo".