|
  • Bitcoin 119.333
  • Dólar 5,1649
  • Euro 5,2600
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 26/07/2022, 15:25

Renan paga fiança, e MP pede que R$ 242 mil vão à viúva de motoqueiro morto

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 26 de julho de 2022

ADRIANO WILKSON
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O zagueiro Renan Victor da Silva afirmou que fez o depósito dos 200 salários-mínimos (equivalentes a R$ 242 mil) na manhã desta terça-feira (26) e assim quitou a fiança exigida para deixar a prisão no último sábado. O valor foi definido porque a Polícia Civil indiciou o jogador do Palmeiras (emprestado ao Red Bull Bragantino) por homicídio culposo, depois que ele atropelou e matou o motociclista Eliezer Pena em Bragança Paulista (SP).

Segundo a praxe em casos como esse, o dinheiro ficará depositado em juízo até a conclusão do processo e pode ser devolvido ao acusado se ele for absolvido. Mas o promotor Rogério Filócomo pediu que o valor integral seja revertido imediatamente à família de Eliezer, que deixou mulher e duas filhas pequenas.

"Entendo que o valor da fiança a ser recolhido não precisa ficar nos autos até o trânsito em julgado, e independente da solução/resultado do presente inquérito/processo, com a anuência do advogado de defesa e do assistente de acusação, poderá ser imediatamente levantado em favor da família da vítima como antecipação de indenização", escreveu o promotor. A decisão cabe à juíza da causa.

Procurada pela reportagem, a defesa de Renan afirmou que vai esperar a decisão da juíza antes de se pronunciar a respeito do pedido. A empresa WebSoccer que administra a carreira de Renan, afirmou no sábado que ele "prestará todo o auxílio aos familiares da vítima". Até esta segunda-feira (25), no entanto, nem o jogador nem seus representantes haviam entrado em contato com a família de Eliezer.

Em seu pedido, o promotor Rogério Filócomo afirma que o depósito da fiança em favor da família independe de eventual ação de indenização feita pela família contra o jogador, que pode inclusive aumentar o valor devido pelo caso.

Na internet a torcida do Palmeiras tem se mobilizado para ajudar a viúva e as filhas do motociclista, que trabalhava como encarregado e estava indo ao serviço no momento do acidente. Até a tarde desta terça-feira, uma vaquinha promovida pela página do Instagram "Pitaco Palmeirense" já havia arrecado mais de R$ 53 mil que serão doados à família.