|
  • Bitcoin 102.100
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 15/06/2022, 21:05

Red Bull Bragantino vence Coritiba com primeiro tempo avassalador e falha de Muralha

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 15 de junho de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

MACEIÓ, AL (UOL/FOLHAPRESS) - O Red Bull Bragantino venceu nesta quarta-feira (15) o Coritiba pelo placar de 4 a 2, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, no estádio Nabi Abi Chedid. Os gols do time da casa foram marcados por Hyoran (duas vezes), Artur e Natan, enquanto Igor Paixão e Adrián Martínez diminuíram para os visitantes.

Com o resultado, a equipe de Bragança Paulista está, no momento, na oitava posição, com 17 pontos, à frente do Coritiba, que tem 15 e está na nona posição. O Red Bull Bragantino volta a jogar no próximo sábado (18), às 21h, contra o Santos, fora de casa, enquanto o Coritiba entra em campo no domingo (19), às 16h, contra o Athletico-PR, em casa.

Logo aos seis minutos do primeiro tempo, Raul carregou a bola em direção à área e foi derrubado perto da entrada da grande área. Hyoran pegou a bola e cobrou à meia altura. Ela passou pela barreira foi no canto direito de Alex Muralha, que tentou alcançar, mas falhou e mandou para o fundo da rede.

O Coritiba chegou com perigo aos 12. Fabrício Daniel chutou de fora da área, com força, mas o goleiro Cleiton conseguiu fazer a defesa.

A jogada que aumentou o placar do Bragantino contra o Coritiba começou na defesa. Após uma troca de passes, a bola chegou em Artur, no canto direito do ataque. Ele rabiscou para o meio e bateu de canhota. A bola desviou no meio do caminho e morreu dentro da rede, aos 33, ampliando a vantagem para o Bragantino.

Dois minutos depois de fazer o 2 a 0, o Red Bull Bragantino continuou forte no ataque. Após um erro de passe do Coritiba, Hyoran passou a bola para Sorriso no lado esquerdo do ataque e recebeu de volta, um pouco mais atrás. Ele mandou de primeira para o fundo da rede, no cantinho, e fez o seu segundo gol na partida. O VAR revisou o lance, mas o gol foi confirmado após alguns instantes.

Na desvantagem, o técnico Gustavo Morínigo fez quatro mudanças durante o intervalo. Foi um desses jogadores, inclusive, que diminuiu o placar aos cinco minutos do segundo tempo. Natanael cruzou a bola pelo lado direito da área, ela passou por todo mundo e ficou com Igor Paixão, que dominou e bateu forte para o fundo da rede.

O Coritiba chegou com Alef Manga, aos 11. Ele emendou um chute com a bola quicando e obrigou o goleiro Cleiton a fazer uma boa defesa. O Bragantino continuou a pressão e respondeu no lance seguinte, com Hyoran, de perna esquerda. Alex Muralha chegou na bola para impedir o gol e mandar para escanteio. Jan Hurtado, aos 17, também testou o goleiro do time paranaense, que novamente defendeu.

Aos 23, o Coritiba teve mais uma chance de diminuir o placar. Igor Paixão recebeu passe de Galarza e tocou para trás. Clayton chegou na bola, mandou de primeira e acertou o travessão em cheio.

Por mais que o Coritiba estivesse pressionando, o Red Bull Bragantino se mantinha ativo. Aos 29, Artur cobrou falta para o meio da grande área e encontrou Natan, que cabeceou bem para o fundo da rede. No fim da partida, a torcida do time da casa gritava 'olé'.

No último lance do jogo, a bola foi lançada para o ataque do Coritiba e o goleiro Cleiton deu um soco fraco para frente. A bola sobrou no pé de Adrían Martínez, que tocou de cobertura e marcou um golaço.

RED BULL BRAGANTINO

Cleiton; Hurtado, Léo Ortiz, Natan e Luan Cândido; Raul (Jadsom Silva), Lucas Evangelista e Hyoran (Eric Ramires); Sorriso (Bruno Tubarão), Artur (Praxedes) e Ytalo. T.: Maurício Barbieri.

CORITIBA

Alex Muralha; Natanael, Luciano Castan, Guillermo e Diego Porfírio; Bernardo (Adrián Martínez), Galarza e Régis (Robinho) (Biel); Neílton (Igor Paixão), Fabrício Daniel (Alef Manga) e Clayton. T.: Gustavo Morínigo.

Estádio: Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CE)

Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE) e Renan Aguiar da Costa (CE)

VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)

Cartões amarelos: Léo Ortiz e Jadsom Silva (RED); Galarza (COR)

Gols: Hyoran (RED), aos 6', Artur (RED) aos 33', e Hyoran (RED), aos 35'/1ºT; Igor Paixão (COR), aos 5', Natan (RED), aos 29', e Adrián Martínez (COR), aos 46'2ºT.