Paulo Briguet
O Estádio Vitorino Gonçalves Dias, nosso querido VGD, está onde sempre esteve. Mas algo mudou nos últimos dias. O VGD, quem diria! Agora ele é campo de treinamento oficial da Seleção Brasileira.
Para quem não conhece o glorioso segundo estádio de Londrina, uma curiosidade: há alguns anos, ele é vizinho da Maternidade Municipal. Incluo-me entre as pessoas que acham estranho construir hospital perto de arquibancada, mas a diretoria da maternidade garante que o barulho da torcida não atinge nem incomoda as mães e os recém-nascidos.
Quem sabe, daqui a alguns anos, uma mulher dirá ao filho: ‘‘Você nasceu enquanto o Brasil estava treinando ali pertinho’’.
O VGD sempre teve vizinhos curiosos. Em tempos áureos, havia ao lado do estádio a zona do meretrício, uma das mais famosas do País. Era a mítica Vila Matos, lugar hoje ocupado pela Rodoviária de Londrina.
Há alguns meses, o VGD andava mal das pernas, foi até interditado. Agora parece ter renascido.
Quem te viu, quem te vê, VGD. Até outro dia, eram apenas os fanáticos torcedores do Tubarão que ocupavam folgadamente suas arquibancadas, depois de dar um pulinho no Bar da Rosa. Hoje, o público paga R$ 2,00 para ver o Luxa comandando o ‘‘escrete canarinho’’ (como diriam os locutores da época em que o VGD foi construído).
Que mal lhes pergunte: somando o valor dos passes de todos os jogadores da Seleção, daria para construir quantos VGDs?
Não importa. O VGD vive seus quinze minutos de fama nacional com muita dignidade. O Estádio do Café me perdoará, mas arrisco dizer que o VGD está mais próximo, não apenas do centro da cidade, mas do coração da torcida londrinense.
Grande moral, hem, VGD? Agora todo mundo te conhece. (Cá entre nós, a Seleção não sabia o que estava perdendo!)

CENA DE RUA
OLHEIRO
Vale tudo pra ver a Seleção. Nem que seja por meio milésimo de segundo, o torcedor quer um relance dos jogadores. Fica meio difícil com tanta gente e com a onipresença da PM, mas não tem problema: o atleta do povo pede licença à Copel e escala o poste. Ficará assim, enquanto o braço aguentar e a delegação estiver por perto. Suspenso no ar, como a bola alta na grande área.
Paulo Briguet

Seleção almoça
hoje com Belinati
A comissão técnica e os jogadores da seleção têm um programa diferente esta manhã: vão a um churrasco na chácara do prefeito Antonio Belinati. A pedido da CBF, o almoço será restrito a alguns convidados. O esquema de segurança será reforçado para impedir penetras.