Futebol -

PSTC aposta em manutenção da base no Paranaense

Primeiro adversário do Londrina no Estadual, equipe terá elenco jovem e remanescentes do título da Divisão de Acesso do ano passado

Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha
Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha

.
. | Marcos Zanutto/19-6-2019
 



O PSTC aposta na manutenção da base e na busca por novos talentos para fazer uma boa campanha no Campeonato Paranaense 2020, ano em que o clube volta à elite do futebol estadual. O time é o adversário do Londrina na estreia da competição no domingo (19), no estádio do Café, às 16h. 


Campeão da Divisão de Acesso em 2019, a equipe manteve 11 jogadores que participaram da conquista no ano passado, além do técnico Reginaldo Vital, no cargo desde 2015. A linha de contratações seguiu a procura por atletas jovens e de potencial, que deixa o time com uma média de idade no elenco abaixo dos 23 anos. "Temos dois ou três jogadores apenas acima dos 25 anos. O clube segue a mesma filosofia de investimento baixo e time competitivo", afirmou Vital. 




Para o gerente de futebol, Renato Davis, o rebaixamento em 2017 serviu de aprendizado para todos no clube. Há três anos, o PSTC apostou em alguns medalhões e o resultado ficou aquém do planejado. "Naquela temporada disputamos também três competições, que sobrecarregaram o time. Vamos recomeçar para buscar vagas na Série D e na Copa do Brasil, mas com os pés nos chão. Primeiro vamos buscar a pontuação necessária para permanecer na elite e depois almejar coisas maiores", ressaltou Davis. 


O time começou a preparação para o Paranaense em 18 de novembro e fez sete jogos-treinos neste período. Vital acredita que o maior tempo de treinamento possa fazer a diferença em relação aos times que treinaram menos. "Sabemos que a diferença nossa de investimento para muitos clubes é bem grande e apostamos que esta preparação mais longa seja benéfica a nosso favor, sobretudo nos jogos iniciais", apontou.


Depois de estrear contra o Londrina, o PSCT joga novamente fora de casa, diante do Athletico, na segunda rodada. "O Londrina mudou bastante, tem um time mais jovem, mas é sempre uma força no Estadual e sabemos das dificuldades que vamos enfrentar. Temos que nos apegar neste trabalho de dois meses que fizemos para igualar as forças", comentou o treinador. 


REFORÇOS

Outra medida adotada pelo clube foi buscar reforços que estavam em atividade no ano passado e até mesmo os jogadores da casa não pararam após a Divisão de Acesso. "Emprestamos vários jogadores para clubes como o Nacional, Azuriz e Arapongas para que eles disputassem a Copa FPF e não perdessem o ritmo. Descartamos também contratar atletas que estavam parados", revelou o dirigente. 


Assim como aconteceu em 2019, o PSTC mantém os jogadores morando e treinando no seu CT em Londrina, enquanto que os jogos serão disputados no estádio Ubirajara Medeiros, em Cornélio Procópio. O primeiro jogo em casa será apenas na terceira rodada, contra o Toledo. 

Tudo sobre:


Continue lendo


Últimas notícias