|
  • Bitcoin 150.000
  • Dólar 4,9314
  • Euro 5,2150
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 21/04/2022, 16:37

Pressionado, Vasco enfrenta a Chapecoense pela Série B

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 21 de abril de 2022

BRUNO BRAZ
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O Vasco enfrenta a Chapecoense, nesta sexta-feira (22), às 21h30, na Arena Condá, em partida válida pela terceira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O clube de Santa Catarina chega embalado para o confronto após conseguir uma vitória fora de casa contra o Grêmio, na sexta (15).

Já o Vasco ostenta uma incômoda sequência de 40 rodadas sem ingressar no G4 da Série B. Após obter o acesso em 2016 na terceira posição, o Vasco disputou a Série A do Campeonato Brasileiro nos anos de 2017, 2018, 2019 e foi rebaixado em 2020. Em 2021, passou as 38 rodadas sem pisar no grupo classificatório à elite, e com os dois empates nos dois primeiros jogos da edição deste ano, está apenas na 9ª colocação.

Técnico da equipe, Zé Ricardo foi hostilizado no último sábado (16) pela torcida vascaína no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL), assim como já havia sido no 1 a 1 diante do Vila Nova, na estreia na Série B, em São Januário.

"Isso [cobrança] não começou agora, é uma cultura do futebol brasileiro. Tenho que me preocupar com aquilo que posso controlar, que é o trabalho, o rendimento, o dia a dia, buscando melhorar. Estamos nos entregando ao máximo, é lógico que a cobrança é gigante, até pelo momento que o Vasco vive e as cicatrizes que ainda estão abertas", declarou Zé Ricardo, complementando:

"Os jogadores novos estão chegando, não é fácil colocar cinco jogadores de uma vez como uma porção mágica para as coisas acontecerem. Não dou muita atenção a redes sociais e a esse tipo de comentário, tenho muito contato direto com pessoas acima de mim no Vasco e tenho recebido apoio para continuar o trabalho. Essas pessoas estão lá no dia a dia vendo o que estamos buscando. A pressão acompanha o futebol desde sempre e não vai mudar."

RANIEL

Apesar de o ano de 2022 ainda não ter vingado para o Vasco, não se pode dizer que Raniel não tem feito sua parte. Com oito gols em 16 jogos pela equipe, ele tem uma média de 0,5 por partida, superior a que Germán Cano, por exemplo, teve em 2021, com 0,38 quando ainda defendia a camisa cruzmaltina.

Nem mesmo agora no Fluminense, onde foi o herói do título carioca nesta temporada, o argentino supera o "Dinossauro", como a torcida vascaína carinhosamente o apelidou. O camisa 14 tem uma média de 0,45 pelo clube tricolor até aqui.

Emprestado pelo Santos até o fim desta temporada, Raniel chegou ao Vasco em baixa após não corresponder às expectativas na equipe da Vila Belmiro. No cruzmaltino, porém, foi recebido de braços abertos, o que, em sua própria avaliação, contribuiu bastante para o bom momento individual que atravessa.

"Quando Deus quer, é assim! Poucos sabem o que passei para estar vivendo esse momento. Obrigado por mais um gol, meu Deus! Tudo é para tua honra e tua glória", postou Raniel em seu Instagram após o empate em 1 a 1 com o CRB, quando fez o gol vascaíno, assim como já havia acontecido no empate em 1 a 1 com o Vila Nova, na primeira rodada da Série B.

Raniel tornou-se o substituto de Germán Cano após o argentino não chegar a um acordo de renovação com o Vasco. O hoje jogador do Fluminense tinha uma dívida a receber do cruzmaltino, mas a permanência do clube de São Januário na Série B tornou-se um dificultador a mais para que ele ficasse. Livre de contrato e com o desejo de permanecer no Rio de Janeiro, onde sua família já está adaptada, ele optou por acertar com o clube Tricolor no início desta temporada.

Com dois gols em dois jogos, Raniel é o artilheiro da Série B até o momento empatado com Vitor Jacaré, do Bahia.

O clube carioca deve ir a campo com a seguinte formação: Thiago Rodrigues; Quintero, Boza e Anderson Conceição; Léo Matos, Zé Gabriel (MT), Yuri, Nenê e Edimar; Raniel e Getulio.

Uma provável Chape tem: João Paulo; Ronei, Léo, Victor Ramos e Guilherme Guedes; Marcelo Santos, Lima, Claudinho e Marcelo Freitas; Perotti (Éderson).

Estádio: Arena Condá, em Chapecó (SC)

Horário: 21h30 (de Brasília) desta sexta (22)

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo (SP)

VAR: Wagner Reway (PB)

Transmissão: SportTV e Premiere