A semana de concentração no Sítio Santa Filomena, em Jarinu, foi considerada de extrema importância para o técnico Carlos Alberto Parreira. A partir dos treinamentos intensivos, ele pôde conhecer de perto cada um dos jogadores e montar uma equipe competitiva para enfrentar o Coritiba hoje. Só a vitória interessa ao Santos, caso contrário o time diminuirá suas chances de obter uma das 12 vagas para passar à próxima fase da Copa João Havelange. O Santos encontra-se na 18ª colocação da competição com 24 pontos e terá, não só de ganhar do Coritiba, mas vencer as quatro próximas partidas.
As duas estrelas maiores do time não poderão jogar: Edmundo foi expulso no jogo contra o Bahia e Rincón recebeu o quinto cartão amarelo. Deivid e Sangaletti serão os seus substitutos. Para complicar ainda mais a situação, Valdo sofreu um estiramento muscular e o zagueiro André Luís não se recuperou da fissura em uma das costelas. Eles serão substituídos, respectivamente, por Eduardo Marques e Preto.