|
  • Bitcoin 102.453
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 01/06/2022, 16:49

Presidente do Inter diz que cancelamento de treino aconteceu após acordo

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 01 de junho de 2022

MARINHO SALDANHA
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) - O presidente do Inter, Alessandro Barcellos, afirmou, em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (1º), que o cancelamento do treino da manhã ocorreu em acordo entre a direção e os jogadores. Os atletas protestaram por falta de pagamento de direitos de imagem.

Como informou o UOL Esporte, o valor devido chegava a três meses de atraso na maioria dos casos. A manifestação do mandatário sucedeu uma reunião com o grupo antes da retomada das atividades no CT Parque Gigante.

"Pela manhã, fomos surpreendidos, e eu não estava no CT naquela hora, com uma manifestação dos atletas de preocupação com relação a uma parte daquilo que eles recebem, direitos de imagem, da qual uma parte encontrava-se em atraso. Esse assunto chegou para mim às 10h mais ou menos, e, como estávamos em atividades, encaminhamos junto com o William Thomas [executivo de futebol] que era importante esclarecer isso para não ficar dúvida, e transferimos o treino para a tarde para resolver isso com o grupo", explicou o mandatário.

"São contratos diferentes de 45% a 50% do elenco. Outra parte não tem contrato de imagem. Todos os contratos trabalhistas são rigorosamente pagos em dia no Inter, todos os meses, com muita dificuldade. Não é a primeira vez que falamos da dificuldade que temos. Às vezes se mantém adiantado, outras em dia ou até em atraso. É uma rotina difícil, mas necessária de ser admitida. Temos que deixar isso claro para quem chegou agora, a forma que trabalhamos, para que não atrapalhe a temporada", afirmou.

Segundo o presidente, os jogadores ouviram as alegações da direção e tudo foi resolvido internamente.

"Os jogadores têm direito, como todo o trabalhador. Não vou eu fazer juízo quanto ao direito e a legitimidade de algum tipo de manifestação. O que nos surpreendeu foi que este assunto estava sendo resolvido. Havia uma operação que estava sendo feita, de ingresso de recursos, e poderia ser ontem, hoje ou amanhã. Estava dentro do esperado. Nesse sentido, sim. Se tivéssemos adiantado essa informação poderia não ter acontecido, mas se tivéssemos a condição de conversar antes também não. Temos que olhar para frente, virar esta página, as coisas estão resolvidas e conseguimos resolver isso rapidamente. Não será a última vez, nem foi a primeira", completou.

Barcellos ainda falou sobre o relacionamento entre a direção e o grupo de jogadores.

"É importante dizer que foi de comum acordo a decisão de transferir o treino para a tarde. Entendemos que era melhor do que pela manhã, com assunto em aberto, e que se resolveria só amanhã. Pedimos isso, para que eles viessem mais cedo à tarde, para deixar claro a relação, como sempre foi. Temos que trabalhar para que isso não tenha maiores efeitos e a confiança, que é um ponto forte da nossa relação, de transparência, siga como sempre foi. Caímos da Copa do Brasil, perdemos uma receita importante, não foi alcançado, e estamos remando na mesma direção para sair de uma forma positiva", finalizou.

Segundo apurou a reportagem, até o fim desta quarta-feira, dois dos três meses de atraso em direitos de imagem serão pagos. O time colorado encara o Red Bull Bragantino na próxima rodada do Campeonato Brasileiro.