Presidente do COI dispensa mordomia
Juan Antonio Samaranch, presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), optou por um quarto individual mais modesto do que a suíte presidencial reservada para ele assistir à reunião que será realizada em breve, em Sidney. Esta decisão acontece num momento em que vários membros do COI são acusados de terem se beneficiado com presentes e hospedagens luxuosas em função da candidatura de Salt Lake City, que sediará os Jogos de Inverno de 2002. Segundo Kevan Gosper, membro australiano do COI, Samaranch pediu uma suíte mais simples do que a presidencial no hotel Regent, que custa US$ 2.600 por noite. Juan Antonio Samaranch pediu um quarto com banheiro e sala de reuniões que custa US$ 646 dólares a diária.