|
  • Bitcoin 126.000
  • Dólar 5,1096
  • Euro 5,2870
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 12/03/2022, 13:26

Premier League impõe sanção e desconsidera cargo de Abramovich no Chelsea

PUBLICAÇÃO
sábado, 12 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

MACEIÓ, AL (UOL/FOLHAPRESS) - A Premier League anunciou, na manhã deste sábado (12), que não considera mais Roman Abramovich diretor do Chelsea. Essa é mais uma sanção ao bilionário russo, que tem ligações com o presidente russo Vladimir Putin, que comanda a invasão à Ucrânia.

Desta vez, porém, a liga afirma que essa sanção não influenciará na capacidade de o Chelsea treinar ou disputar partidas.

"Após a imposição de sanções pelo governo do Reino Unido, o Conselho da Premier League desqualificou Roman Abramovich como diretor do Chelsea Football Club. A decisão da Direção não tem impacto na capacidade do clube para treinar e jogar os seus jogos, conforme estabelecido nos termos de uma licença emitida pelo Governo que expira a 31 de maio de 2022", diz o comunicado.

Na última quinta-feira (10), o governo britânico proibiu viagens e congelou os ativos do oligarca russo com o objetivo de impedir que ele ganhe dinheiro no Reino Unido. A licença especial permite que o Chelsea cumpra seus jogos e pague funcionários e atletas.

No entanto, o clube não pode oferecer novos contratos a jogadores ou funcionários, realizar qualquer negócio de transferência, vender novos ingressos para partidas e nem vender produtos oficiais. Além disso, Roman Abramovich não poderá vender o clube por enquanto.

Na sexta (11), o clube também teve a conta e os cartões de crédito suspensos.