|
  • Bitcoin 101.073
  • Dólar 5,2536
  • Euro 5,4957
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 10/06/2022, 06:00

Portugal vence República Tcheca em jogo com toque de City e Cristiano Ronaldo agoniado

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 09 de junho de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Atuando em seus domínios, a seleção de Portugal venceu a República Tcheca, nesta quinta-feira (9) com tranquilidade e se isolou na liderança do Grupo 2 da Liga das Nações com sete pontos. A partida, disputada em Lisboa válida pela terceira rodada do torneio, acabou em 2 a 0.

O resultado foi construído com gols de João Cancelo e Gonçalo Guedes e teve participação direta de Bernardo Silva, autor de duas assistências. Cristiano Ronaldo, que havia balançado as redes duas vezes contra a Suíça na segunda rodada, ficou no quase e chegou a levar um cartão amarelo.

Os tchecos, por outro lado, perderam a invencibilidade, estacionaram na tabela com quatro pontos e foram ultrapassados pela Espanha.

Os mandantes chegaram a tomar um susto em chute de Lingr que foi para fora logo aos três minutos, mas controlaram a primeira parte do duelo, chegando a ficar com 70% de posse.

Depois de algumas tentativas pelo alto, a primeira grande chance saiu com Rúben Neves, que finalizou de fora da área e viu a bola passar ao lado da meta defendida por Stanek.

Aos 15 minutos, Cristiano Ronaldo apareceu pela primeira vez com perigo: o astro recebeu passe de Bernardo Silva e bateu para o gol, mas também errou o alvo. Oito minutos depois, ele teve nova tentativa —e novamente jogou para fora.

Em meio à pressão, o gol português saiu aos 32 minutos —logo depois de os visitantes quase balançarem as redes após contra-ataque em lance que parou em Diogo Costa.

O marcador foi aberto após jogada protagonizada por dois atletas do Manchester City. O lateral Cancelo, já na ponta direita, acionou Bernardo Silva pelo corredor e disparou pela diagonal.

Esperto, o meia "chamou" a marcação e, com categoria acionou o companheiro. Já dentro da área, o camisa 20 carregou e estufou as redes de Stanek.

Cinco minutos depois, os mandantes ampliaram em lance que começou com Rúben Neves fazendo lindo lançamento de longa distância para Bernardo Silva.

Em novo passe milimétrico, o meia encontrou Gonçalo Guedes nas costas de Matejo. O atacante do Valencia bateu cruzado e cravou: 2 a 0

Ainda teve tempo para Cristiano Ronaldo quase deixar o dele ainda na primeira etapa: ele recebeu pelo lado da área e tentou encobrir Stanek, que conseguiu dar um tapa para escanteio.

Conhecido pelos gols decisivos e pelos dribles, Cristiano Ronaldo protagonizou uma cena incomum para seu futebol no início do segundo tempo.

Ao tentar desarmar Jemelka, o atacante deu um carrinho perigoso e atingiu o tornozelo do zagueiro tcheco, que gritou de dor ao cair no gramado.

Rapidamente, a arbitragem assinalou a falta e aplicou cartão amarelo para Cristiano Ronaldo, que não concordou com a decisão.

Nitidamente agoniado por não receber a bola em condições de marcar, o atacante só conseguiu finalizar aos 25 minutos, mas parou em Stanek.

Com o placar ligeiramente confortável, a seleção portuguesa optou por diminuir o ritmo e valorizar a posse de bola. Enquanto isso, a República Tcheca, ainda fechada para evitar o pior, arriscou alguns contra-ataques para diminuir.

As tentativas de diminuir saíram com Jurecka, em lance de velocidade, e Sadilek, após toque curto de escanteio. Ambos tentaram, sem sucesso, assustar o goleiro Diogo Costa.

Vlkanova, em erro de saída de bola portuguesa já na casa dos 40 minutos, desperdiçou a chance do primeiro gol tcheco e desanimou de vez a equipe visitante até o apito final.