Ponte e Lusa empatam em jogo tumultuado19/Mar, 18:22 Por Milton Bridi Campinas, 19 (AE) - A Portuguesa ainda não venceu nesta fase e ficou mais longe de obter a classificação para a próxima fase do Campeonato Paulista ao empatar hoje com a Ponte Preta por 1 a 1, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Foi o terceiro empate consecutivo da Lusa, que soma apenas três pontos e divide a última colocação com o Mogi, no Grupo 6. O resultado deve aumentar a pressão sobre o técnico Nelsinho Baptista, que está ameaçado no cargo. O empate, mesmo fora de casa, não aminizou a crise no Caninde. A Lusa saiu na frente, mas foi prejudicada com a expulsão do volante Sandro Fonseca, ainda no primeiro tempo. Os jogadores da Ponte deixaram o campo reclamando do árbitro Antônio Cláudio Perin, que expulsou dois do time de Campinas na etapa complementar. Ele deixou o campo sob proteção da polícia e foi atingido por uma pedrada, na cabeça. Perin recebeu um corte na testa e precisou ser medicado pelos médicos da Ponte. "É lamentável tudo isso", disse o presidente do clube, Sérgio Carnielli. A Portuguesa, que havia goleado a Ponte por 4 a l na primeira fase, não tomou conhecimento do adversário. O time do técnico Nelsinho Baptista exercendo forte marcação, dominou o setor de meio de campo e contou com a criatividade de Evandro para armar as jogadas para Leandro, no ataque. O próprio Leandro acertou um chute forte, que exigiu excelente defesa do goleiro Adriano, logo aos 3 minutos. O time do Canindé prosseguiu melhor no jogo e chegava até com certa facilidade a área adversária. Evandro teve outra boa oportunidade para abrir a contagem, aos 12 minutos. A Ponte, totalmente envolvida pelo adversário, não esboçou qualquer reação, mesmo depois que ficou com um jogador a mais. O volante Sandro Fonseca, que já tinha cartão amarelo fez falta por trás e foi expulso aos 19 minutos. A Ponte, muito lenta, não conseguia organizar as jogadas. O time do técnico Estavam Soares foi um pouco mais atrevido somente no final da etapa inicial. Na primeira oportunidade que teve chegou ao empate. O lateral André Silva, que retornou depois de sete meses de ausência por causa de uma cirurgia no joelho, cruzou da esquerda para Narcízio, de cabeça, deixar tudo igual, aos 43 minutos. O meia Claudinho voltou no lugar de Vander, que saiu machucado do campo, no intervalo. O time pontepretano melhorou. Teve pelo menos quatro chances para passar à frente, duas com Claudinho, e as outras com Narcízio e Fabiano. O treinador da Lusa, para não ser supreendido, tirou o meia Marquinhos e colocou o volante Élson para tentar parar o ataque do adversário. A Portuguesa caiu de produção, não ia com tanta insistência ao ataque, o que acabou levando o treinador da Ponte substituir o zagueiro Rodrigo pelo atacante Samuel. A mudança, porém, não surtiu efeito. A lusa soube segurar o resultado. Ficha Técnica - Ponte Preta 1 x 1 Portuguesa de Desportos. Gols: Leandro, aos 19 minutos e Narcízio, aos 43 minutos do primeiro tempo Ponte Preta - Adriano; Dionísio, Rodrigo (Samuel), Ronaldão e André Luís; Alex, Mineiro, Vânder (Claudinho) e Adrianinho; Narcízio e Fabiano. Técnico: Estevam Soares.Portuguesa - Ronaldo; Denílson, Émerson, Tinho e Wágner; Simão, Sandro Fonseca, Evandro e Marquinhos (Élson); Leandro e Alexandre (Da Silva).Técnico: Nelsinho Baptista. Juizes - Antônio Cláudio Perin e João Luís dos Santos Cartão Amarelo - Dionísio, Narcízio, Adrianinho, Claudinho, Rodrigo, Alex, Mineiro, Émerson e Denílson Cartão Vermelho - Leandro (19´do 1º tempo), Adrianinho (40´do 2º tempo) e Narcízio (45´do 2º) Renda e Público - Não fornecidos Local - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.