|
  • Bitcoin 120.445
  • Dólar 5,1649
  • Euro 5,2600
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 08/07/2022, 10:17

Polêmicas de Casagrande na Globo envolvem discussões com Caio e PVC

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 08 de julho de 2022

GABRIEL DIAS
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Walter Casagrande anunciou que não será mais comentarista da Rede Globo. Na emissora desde 1997, o ex-atacante do Corinthians acumulou momentos polêmicas com colegas comentaristas, dirigentes e jogadores.

A Globo confirmou, em nota oficial, a saída e disse que a decisão foi tomada "em comum acordo". A última aparição de Casagrande na Globo foi na transmissão de São Paulo x América-MG, no Morumbi, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, no dia 12 de junho.

O UOL Esporte apurou com pessoas próximas ao comentarista que seu alto salário e seus comentários políticos sempre contundentes podem ter influenciado a decisão.

Na emissora cariosa, Casagrande fazia participações em programas do SporTV e jogos exibidos na TV aberta. Ele era considerado um dos principais comentaristas de futebol da Globo, e participou das transmissões de cinco finais de Copa do Mundo.

Relembre alguns momentos polêmicos de Casagrande na Globo:

Acidente e clínica de reabilitação

Em setembro de 2007, o comentarista sofreu um grave acidente de carro e ficou em coma por 24 horas. Após se recuperar, ele foi internado em uma clínica para dependente de drogas por conta de seu vício em heroína e cocaína.

Seu retorno às telas aconteceu em abril de 2009 no Arena SporTV. No mesmo ano retomou as transmissões de partidas de futebol e participou do Globo Esporte.

Casagrande x PVC

Casagrande protagonizou uma discussão acalorada com o agora ex-colega de emissora Paulo Vinícius Coelho (PVC) durante o programa Seleção SporTV, em maio de 2021, acerca da importância do título da Supercopa do Brasil e do Campeonato Paulista.

Durante o programa, o ex-atacante do Corinthians rebateu PVC relembrando sua experiência como atleta e uma discussão que o comentarista teve com Edmundo, nos tempos de Fox Sports. A colocação de Casagrande deixou PVC bastante chateado, mas depois ambos relevaram a discussão.

Casagrande x Caio Ribeiro

Em 2020, durante o programa Bem, Amigos, também na SporTV, Casagrande trocou farpas com Caio Ribeiro. O motivo da discussão foi uma declaração de Raí, ex-dirigente do São Paulo, criticando o presidente Jair Bolsonaro.

Caio desaprovou a fala de Raí e disse que o ex-meia deveria ter cuidados por ocupar um cargo diretivo no clube paulista. Casagrande, por sua vez, defendeu que Raí tivesse o direito de tratar sobre qualquer temática e pediu mais coerência ao colega.

Casagrande x Muricy Ramalho

Em março de 2021, Casagrande também se envolveu em um atrito com o ex-colega de Rede Globo, Muricy Ramalho, que ocupava o cargo de coordenador de futebol do São Paulo. Casão criticou Muricy que foi filmado tendo uma discussão com um guarda civil de Bertioga por estar caminhando na praia de Riviera de São Lourenço, apesar das restrições impostas pelo aumento de casos de Covid-19.

Para Casagrande, o ex-colega de emissora deveria ter ido embora sem se indispor com o guarda: "A partir do momento que a polícia falou que não pode, vai embora".

Casagrande x Neymar

Outra grande polêmica envolvida entre o ex-comentarista global foi quando criticou Neymar por não se posicionar politicamente, e ainda o chamou de "súdito de Bolsonaro". Além disso, citava que o atleta era "excessivamente egoísta" e "mimado" por causa de brigas com Cavani. Meses depois, o pai e empresário de Neymar criticou o profissional da Globo.

Casagrande x Gabriel Jesus

O clima também já esquentou entre Casagrande e o atacante Gabriel Jesus. Antes da semifinal da Copa América de 2019, o agora ex-comentarista da Globo teve um encontro Gabriel Jesus e outros atletas da Seleção Brasileira no elevador do hotel em que a delegação estava hospedada.

Segundo Casão, ele aproveitou a oportunidade para incentivar Jesus, mas o atacante mostrou incômodo com a abordagem do comentarista: "Na verdade, ele não falou assim, mas tudo bem. Fui muito educado, porque tive educação da minha mãe", comentou Gabriel Jesus ao SporTV.

Meme dos números

Uma das ocasiões mais icônicas de Casagrande na Rede Globo foi quando ele teve problemas com números em 2017 no Globo Esporte. Na época, o Corinthians tinha uma boa vantagem na briga pelo título brasileiro, mas seu desempenho no segundo turno preocupava.

Ao ser perguntado sobre as chances do Corinthians perder a taça, de zero a dez, o Casagrande afirmou: "Oito". Surpreso, o apresentador Ivan More contestou e Casagrande tentou arrumar: "Quatro de perder e oito de ganhar. De zero a dez? Quatro, cinco... Um pouco mais de 50% de chance de ganhar e um pouco menos de 50% de perder."