DOSE DUPLA Paraná Clube e Coritiba jogam como favoritos da rodada dupla Tricolor e Prudentópolis fazem a preliminar de hoje no Pinheirão; depois, o Coritiba enfrenta o Malutrom Arquivo FolhaGARANTIA DE GOLO artilheiro Cléber é uma das armas do Coritiba na partida de fundo contra o Malutrom, hoje, no Pinheirão Ed Carlos Rocha e Marcos Freitas De Curitiba Os torcedores de Curitiba que gostam de futebol têm hoje à tarde um prato cheio. A partir das 15h30, no Estádio Pinheirão, tem rodada dupla pelo Campeonato Paranaense. O primeiro jogo é entre Paraná Clube e Prudentópolis. No segundo, com início marcado para as 17h30, enfrentam-se Malutrom e Coritiba. Tricolores e Coxas lutam pela liderança da competição. Na primeira partida, tanto os torcedores quanto o próprio Paraná Clube vão conhecer pela primeira vez o Prudentópolis, terceiro colocado da A-2 do ano passado, e que pela primeira vez joga em Curitiba. Esperando o adversário fechado, o técnico do Tricolor, Leomir Souza, já deu a letra aos jogadores do que vai querer. ‘‘Temos que jogar pelas pontas para tentar furar o bloqueio do adversário’’, disse. Os jogadores concordam. O ala Ronaldo Alfredo, que caiu de produção nas últimas partidas, vem declarando que está faltando uma jogada ‘‘forte’’ pelos lados do campo. ‘‘Temos que tabelar e triangular mais pelas beiradas. Isso faz surgir os espaços para chegarmos na área do adversário’’, afirmou. O outro ala, Marcelo, que joga no lugar de Patrício, expulso na estréia do Paraná diante do Operário, vai mais além. Segundo ele, as jogadas têm mesmo que sair pelas pontas, mas, além disso, conforme disse, os próprios alas têm que tentar o gol. ‘‘É importante ficarmos na sobra perto da área para aproveitarmos os rebotes e tentar chutar a gol’’. O técnico Leomir espera contar com o zagueiro Hilton e com o meia Fernando Diniz, que estão recuperando-se de contusões. Perivaldo, com uma torção no tornozelo esquerdo, está fora. Pela Copa do Brasil, o Paraná enfrentará o Cruzeiro no próximo dia 5, em Curitiba. O time mineiro eliminou o Gama, na sexta-feira, com uma goleada por 4 a 1. Apesar do favoritismo do Paraná, o Prudentópolis não se intimida e promete aprontar alguma surpresa. ‘‘O Paraná é um osso duro de roer, mas tentaremos beliscar pelo menos um pontinho nesse jogo’’, avisa Nelson Boreico, presidente do clube. Mesmo montado às vésperas do campeonato, o Prudentópolis saiu-se bem na estréia e venceu o Rio Branco, em casa, por 1 a 0. O destaque do time no último domingo foi o baixinho Nelsinho, ex-meia-atacante do Londrina. Além de cavar o pênalti que deu a vitória ao Prudentópolis, Nelsinho provocou duas expulsões no adversário. Malutrom e Coritiba – No jogo de fundo, o Malutrom joga como mandante da partida e já avisou que vai para cima do atual campeão estadual na busca pela primeira vitória no Paranaense. Já o Alviverde quer manter a boa fase que vem atravessando no comando do técnico Lori Sandri para tentar mais três pontos. Mesmo sem conhecer muito a equipe do Malutrom, o técnico Lori Sandri acredita que o Coritiba terá mais dificuldades do que teve nas últimas partidas. ‘‘Estou ciente de que se trata de um bom elenco e que tem no comando um excelente técnico que é o Mauro Madureira’’, disse. O time de Mauro Madureira estreou na primeira divisão do Paranaese no ano passado e conseguiu chegar às finais ficando em quarto lugar. A base da equipe foi mantida e, por isso, cautela e respeito fazem parte da receita coxa-branca para vencer. ‘‘Ano passado eles complicaram a vida de todo mundo’’, recordou o artilheiro Cléber. O técnico Mauro Madureira só deve definir a equipe momentos antes da partida. E o mistério não faz parte da estratégia muito usada pelo treinador no ano passado. O motivo é que vários jogadores estão no Departamento Médico sob os cuidados do médico Denny Camlot, como são os casos do atacante Vici e dos meias Ademir e Celsinho. No Alviverde, o time deve ser o mesmo que venceu o Poções, na última quarta-feira, pela Copa do Brasil. Apenas o lateral-esquerdo Leandro Silva não joga por causa de um torcicolo e dará lugar a Marcinho. Além dos atacantes Cléber e Marquinhos, que vêm fazendo gols em todas as partidas, o Coritiba confia nas assistências de Leandro Tavares para conseguir outra boa apresentação. ‘‘É meu estilo colocar os colegas na cara do gol e me sinto feliz por dar boas assistências’’, disse o jogador que tem sido o grande nome na meia-cancha alviverde. NO PINHEIRÃO Paraná Marcos; André (Hilton), Milton do Ó e Ageu; Marcelo, Ronaldo Alfredo, Frédson, Lúcio Flávio e Evandro (Fernando Diniz); Ilan e Márcio. Técnico: Leomir Souza Prudentópolis Bizu; Neguitão, Carlos Eduardo, Toni e Tita; Carlão, Uana, Ilton e Nina (Lima); Nelsinho e Toninho (Júnior Paulista). Técnico: Luis Carlos Gasperim Árbitro: Antônio Denival de Moraes Estádio: Pinheirão, em Curitiba Horário: 15h30 NO PINHEIRÃO Malutrom Rondinelli; Adriano (Jefferson), Marcio Giovanini, Edinho e Marcio Batatinha (Fernando); Wilson, Tcheco, Duda e Nivaldo; Rodrigo Batata e Calmon. Técnico: Mauro Madureira Coritiba Gilberto; Reginaldo Araújo, Leonardo, Flávio, Luis Carlos e Marcinho; Ataliba, Veiga e Leandro Tavares; Marquinhos e Cléber. Técnico: Lori Sandri Àrbitro: Carlos Jack Rodrigues Magno Estádio: Pinheirão, em Curitiba Horário: 17h30