São Paulo, 26 (AE) - Uma pane na parte hidráulica do carro foi o motivo para a saída de Rubens Barrichello do GP do Brasil. "Eu estava bem na corrida, acompanhei o ritmo de Schumacher e senti que hoje até dava para vencer, mas não deu. Minha hora há de chegar, pena que não foi aqui no Brasil", disse o brasileiro
já nos boxes. Após 32 voltas, oito carros já tiveram de abandonar o GP do Brasil de Fórmula 1. Alexander Wurz (Benetton)
Jean Alesi (Prost), Heidfeld (Prost), Villeneuve (BAR), Eddie Irvine (Jaguar), Marc Gene (Minardi), além de Barrichello e Mika Hakkinen.