|
  • Bitcoin 101.851
  • Dólar 5,2536
  • Euro 5,4873
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 10/03/2022, 22:38

Palmeiras volta a vencer o São Paulo no Morumbi pelo Paulista após 25 anos

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 10 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Desde 1997 o Palmeiras não sabia o que era vencer o São Paulo no Morumbi em duelos pelo Campeonato Paulista. Nesta quinta-feira (10), o time alviverde conseguiu dar fim ao jejum com um triunfo por 1 a 0.

Coube ao atacante Rony, ainda no primeiro tempo, fazer o único gol da partida, aos 10 minutos. Ele quase deixou outra marca pouco depois, mas teve um lance anulado por impedimento.

Depois do bom ímpeto palmeirense no começo, porém, o São Paulo não só conseguiu equilibrar a partida como assumiu o controle do jogo depois do intervalo. Os donos da casa pressionaram de todas as formas, chegaram a acerta a bola na trave, mas não conseguiram buscar o empate.

Aos 36 minutos da etapa final, passou a ter ainda mais dificuldade para vazar a meta de Weverton depois que Rafinha acabou expulso ao levar um segundo cartão amarelo.

A última vez que a equipe tricolor havia perdido o clássico conhecido como Choque-Rei pelo Estadual em seus domínios foi em 29 de março de 1997, também por 1 a 0. Depois disso, foram 15 confrontos, com 11 vitórias dos mandantes e quatro empates até o fim da série invicta.

Os rivais foram finalistas da última edição do torneio. Na ocasião, os são-paulinos levaram a melhor. Após um empate sem gols no Allianz Parque, venceram em casa por 2 a 0 e deram fim a um jejum de nove anos sem conquistar títulos.

Com o resultado desta quinta, o Palmeiras chegou aos 23 pontos e, além de liderar o Grupo C, também é o dono da melhor campanha geral da competição e já está classificado às quartas de final.

O São Paulo, por sua vez, soma 17 pontos, também lidera sua Chave, a B, mas ainda não confirmou a sua classificação ao mata-mata, embora esteja muito próximo disso.

Foi o primeiro jogo pelo Estadual desde o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras em espaços abertos e da liberação de 100% da capacidade de público nos estádios paulistas, conforme as novas medidas que foram anunciadas pelo governador João Doria (PSDB) na quarta-feira (9).

A mudança é impulsionada por dois indicadores: a queda de casos de infecção e de óbitos causados pela Covid-19 e os dados de avanço da campanha de imunização. A Federação Paulista de Futebol, porém, vai manter a recomendação do uso de máscaras em todos os ambientes abertos.

Disputado apenas com a torcida são-paulina presente, o clássico teve um bom público no Morumbi, com 46.378 torcedores pagantes.

SÃO PAULO

Volpi; Rafinha, Arboleda, Diego Costa (Reinaldo) e Léo; Pablo Maia, Gabriel Sara (Patrick), Igor Gomes (Marquinhos) e Rodrigo Nestor; Éder (Luciano) e Calleri. T.: Rogério Ceni

PALMEIRAS

Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez; Danilo, Zé Rafael (Veron) e Raphael Veiga (Atuesta), Dudu (Jailson), Rony e Wesley (Breno Lopes). T.: Abel Ferreira

Estádio: Morumbi, em São Paulo (SP)

Público: 46.378

Renda: R$ 1.770.193,00

Árbitro: Douglas Marques das Flores

Auxiliares: Fabrini Bevilaqua Costa e Amanda Pinto Matias

VAR: Péricles Bassols

Cartão Amarelo: Rafinha e Luciano (SÃO); Wesley e Zé Rafael (PAL)

Cartão Vermelho: Rafinha (SÃO)

Gols: Rony (PAL), aos 10'/1ºT