Palmeiras só empata com Bahia e sonho do título brasileiro fica quase impossível


Agência Estado
Agência Estado

O Palmeiras apenas empatou contra o Bahia por 1 a 1, neste domingo, em Salvador, pela 33.ª rodada do Campeonato Brasileiro, e viu o líder Flamengo, que venceu o Grêmio por 1 a 0, ampliar a vantagem na ponta da competição. Agora o time paulista tem 68 pontos, contra 81 do rival. Na matemática da taça, o clube alviverde pode dar o título de bandeja para os cariocas caso não vença o Grêmio no próximo domingo.

Desde os primeiros minutos dava para perceber que o Bahia seria ofensivo e buscaria o gol, ao contrário dos visitantes, que estavam bastante precavidos no confronto. E até por isso não demorou para o goleiro Weverton se destacar, pois a movimentação ofensiva dos baianos deixava um jogador em boa posição a todo momento.



Logo aos quatro minutos, Arthur Caíke aproveitou o cruzamento da esquerda e cabeceou, mas a bola foi no meio do gol e Weverton segurou. Pouco depois, o goleiro palmeirense fez uma ótima defesa em um chute de Gilberto, evitando o pior. Já aos 19, o próprio centroavante do Bahia tentou marcar, mas o voleio saiu fraco em direção ao gol.

O Palmeiras não conseguia articular uma jogada na frente e pecava na criação. E a defesa tomava sufoco diante de um adversário a fim de mostrar serviço em casa. Aos 35 minutos, Elber recebeu em velocidade e chutou, mas Weverton salvou mais uma vez. Só que aos 46, em uma cobrança de falta, Arthur Caíke cobrou, a bola passou no meio da barreira e o goleiro alviverde nada pôde fazer para impedir o gol do Bahia.

No segundo tempo, o técnico Mano Menezes tentou tirar o Palmeiras do marasmo colocando Borja e Lucas Lima. Apesar de não mexer tanto na maneira de jogar do time, as duas alterações melhoraram a equipe. Logo aos 2 minutos, o centroavante colombiano chutou de virada e a bola passou raspando, assustando o goleiro Douglas.

Depois, em uma ótima chance, Dudu deu um lindo passe para Bruno Henrique que, sozinho, mandou por cima do gol. Só aos 25 minutos veio o empate. Borja recebeu de Zé Rafael, chutou e deixou tudo igual. Pouco depois, Lucas Lima mandou da entrada da área e Douglas espalmou, evitando a virada do Palmeiras.

No final da partida, os dois técnicos mandaram as suas equipes para o ataque e o confronto ficou aberto com ambos os times querendo a vitória. Borja, quase sem querer, de barriga, quase fez o segundo, mas Douglas salvou. Nos acréscimos, Willian recebeu de Dudu, escolheu o canto, mas mandou para fora, perdendo a chance de dar a vitória para o Palmeiras.

FICHA TÉCNICA

BAHIA 1 x 1 PALMEIRAS

BAHIA - Douglas; João Pedro, Lucas Fonseca, Wanderson e Moisés; Flávio (Shaylon), Ronaldo e Gregore; Arthur Caíke, Gilberto (Fernandão) e Elber (Lucca). Técnico: Roger Machado.

PALMEIRAS - Weverton; Marcos Rocha, Luan, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Thiago Santos, Bruno Henrique, Dudu, Gustavo Scarpa (Lucas Lima) e Zé Rafael (Willian); Deyverson (Borja). Técnico: Mano Menezes.

GOLS - Arthur Caíke, aos 46 minutos do primeiro tempo; Borja, aos 25 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Flávio e Ronaldo (Bahia).

ÁRBITRO - Bruno Arleu de Araújo (RJ).

RENDA - R$ 551.621,00.

PÚBLICO - 23.194 pagantes.

LOCAL - Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).


Continue lendo


Últimas notícias