Agência Estado
De São Paulo
O Palmeiras quer confirmar a fase de ascensão contra o União Barbarense, hoje, às 20h30, em Santa Bárbara d’Oeste, pelo Campeonato Paulista. Depois de ter ficado três jogos sem vencer (um empate e uma derrota pelo Paulista e outra pela Taça Libertadores), o Alviverde pode obter sua terceira vitória consecutiva. Se isso ocorrer, assumirá a liderança do Grupo 5 com sete pontos, beneficiado pelo empate de ontem à tarde entre Portuguesa Santista e União São João (1 a 1).
A nova situação do Alviverde começou com a vitória sobre a Santista por 2 a 1, domingo, pelo Paulista. Na sequência, o time de Luiz Felipe Scolari venceu o Juventude, de Caxias do Sul, por 3 a 0, terça-feira, pela Taça Libertadores.
O treinador, porém, por causa do excesso de jogos, tem problemas para definir a equipe. Scolari não poderá contar com César Sampaio, Pena, Roque Júnior e Basílio. César Sampaio e Pena estão suspensos com dois cartões amarelos. O atacante ainda se recupera de problema muscular, que o deixou de fora da partida contra o Juventude. Roque Júnior e Basílio, machucados, continuam afastado da equipe.
Júnior deverá ser uma das armas de Scolari para hoje à noite. Ele fez seu primeiro gol no semestre na vitória de terça-feira. ‘‘Quebrei o tabu e pretendo fazer mais gols’’, disse, empolgado.
Com a desculpa de que por orientação médica, não pode dar entrevista para não complicar a rouquidão e poupar as cordas vocais, o técnico Luiz Felipe Scolari, do Palmeiras, vai manter a ‘‘lei do silêncio’’ por mais alguns dias.
Desde segunda-feira o treinador não dá entrevistas. Mas os problemas na garganta não atrapalharam seu trabalho normal na partida contra o Juventude. Apesar da queda de temperatura e da chuva que caiu durante a partida, Scolari não se conteve na hora de orientar sua equipe do banco de reservas. No fim da partida, o treinador novamente conversou com os repórteres.
Seguindo ou não recomendação médica, Scolari, no fundo, está revoltado com parte da imprensa, que, segundo o treinador, quer tumultar seu trabalho. Por causa da lei do silêncio, o treinador não comentou a declaração do vice-presidente do Vasco, Eurico Miranda, que afirmou ter acertado a contratação de Scolari para o início do segundo semestre.
O contrato de Scolari com o Palmeiras terminará em dezembro. O técnico declarou antes do Torneio Rio-São Paulo que só o romperia se fosse para trabalhar no futebol europeu, de preferência na Espanha ou Itália. O treinador está fazendo curso desses idiomas.
Libertadores – O Palmeiras derrotou o Juventude por 3 a 0, anteontem à noite, no Estádio do Palestra Itália, assumiu a liderança isolada do Grupo 7 da Taça Libertadores da América e, de quebra, espantou o início de crise que rondava o clube após as últimas más atuações. Os gols foram de Rogério, Asprilla e Júnior. O time paulista, que soma agora seis pontos em três jogos, foi beneficiado pelo empate sem gols entre El Nacional, do Equador, e The Strongest, da Bolívia, em Quito. O Juventude é o lanterna do grupo com três pontos.Alviverde vence Juventude pela Libertadores, quebra jejum e tenta provar fase de ascensão esta noite contra o Barbarense
Arquivo FolhaBOCA FECHADAAlegando uma suposta rouquidão, o técnico Scolari adota ‘lei do silêncio’ para poupar as cordas vocais