São Paulo, 06 (AE) - A diretoria do Palmeiras nega que esteja tentando contratar novamente o atacante Edmundo, que sábado brigou com o Vasco ao se recusar a entrar em campo para enfrentar o Alviverde. Embora o jogador, que faz parte da lista de reforços do técnico Luiz Felipe Scolari, esteja disposto a trocar o clube carioca pelo Alviverde, os dirigentes da co-gestão Palmeiras e Parmalat afastaram a hipótese da contratação do atacante.
O diretor de Futebol da Parmalat, Paulo Angioni, a mesma empresa que comprou do Vasco o passe do jogador em 1993, afirmou que não há interesse na contratação do jogador. "Qualquer clube gostaria de contar com Edmundo, mas posso garantir que não acertamos nada com o Vasco pela volta de Edmundo."
O dirigente negou que tivesse conversado com o jogador sábado sobre a possibilidade da contratação do atacante. O multinacional estaria até disposto a pagar US$ 2 milhões pelo empréstimo do passe até o fim do ano. Pouco antes da partida, Edmundo disse que não estava se sentindo bem, por isso pediu para ficar fora do jogo. O médico do Vasco Clóvis Munhoz garantiu que o jogador não reclamou de nenhum tipo de contusão.
Mais tarde, Edmundo, que visitou o vestiário do Palmeiras, e foi aplaudido pela torcida do Alviverde, que, pediu sua volta ao clube, disse que não jogou, porque ficou chateado ao perder a posição de capitão para Romário. O presidente do clube carioca, Antônio Soares Calçada, não gostou da atitude do jogador e disse que seu passe jamais será emprestado. "Quem quiser contratá-lo, terá de pagar US$ 15 milhões pelo passe."
O próximo reforço do Palmeiras para a temporada deverá ser mesmo o zagueiro Argel, que estava no Porto. O Palmeiras, por meio da Parmalat, deverá comprar o passe do jogador por US$ 3 milhões. Angioni disse que faltam alguns detalhes para definir a transferência do jogador, que desde sexta-feira está no Brasil à espera da ordem para ser apresentado como reforço do Palmeiras.
Com a vitória sobre o Vasco por 2 1, sábado, no Palestra Itália, o time de Scolari assumiu a liderança do Grupo B do Torneio Rio-São Paulo ao lado clube carioca com 7 pontos. Na quarta-feira, o Palmeiras disputa o clássico regional contra o Corinthians, no Morumbi.
Scolari não terá Asprilla, que se apresentará quarta-feira à seleção da Colômbia, visando a preparação do seu país para a disputa das Eliminatórias da Copa.