São Paulo, 29 (AE) - O técnico Luiz Felipe Scolari, do Palmeiras, disse hoje que sentiu um "frio" na barriga quando soube que Edmundo e Felipe (na verdade, o técnico Antonio Lopes não garantiu a escalação de Felipe) reforçarão o Vasco contra o Alviverde, amanhã, às 21h40, no Morumbi, na decisão do Torneio Rio-São Paulo. Suspensos pela diretoria do clube carioca, os dois não atuaram na partida de sábado, no Rio, vencida pelo Palmeiras por 2 a 1. "O que mais eu poderia sentir", afirmou o treinador palmeirense. "Trata-se de dois excelentes jogadores, e se o Vasco vai colocá-los em campo, é sinal que eles estão fazendo de tudo para ficar com o título."
Com esses dois jogadores, o Vasco, na opinião de Scolari, tecnicamente é superior, mas o Palmeiras, ressaltou o treinador, tem um espírito de luta espetacular e muita humildade. Para tentar compensar a diferença da técnica dos jogadores adversários, ainda hoje, em Barueri, onde o Palmeiras está concentrado desde segunda-feira, Scolari comandou um treino com jogadas ensaiadas e de marcação sobre o ataque adversário. "Quando não se é melhor tecnicamente, o posicionamento tem de prevalecer."
Scolari ressaltou que a vantagem do empate é importante num jogo decisivo, mas afirmou que o Palmeiras não vai entrar em campo, pensado em garantir o zero a zero. Ele explicou que o seu time vai adotar o mesmo esquema da partida anterior, com três atacantes, e uma forte marcação na intermediária. O atacante Asprilla, que estava com a seleção da Colômbia nos Estados Unidos, onde disputou a Copa Ouro, se reapresentou na segunda-feira à noite ao treinador. Hoje, Asprilla participou do treino, e deverá ser uma das opções de Scolari durante a partida.
O clima entre os jogadores do Palmeiras é de muito otimismo pela conquista do título. O zagueiro Argel e o atacante Basílio estão na expectativa de ser campeão pela primeira vez no Palmeiras, com um mês de clube. "Será uma emoção muito grande"
disse Basílio, que chegou do futebol paranaense sem fama, e cuja contratação foi criticada por parte da torcida. O atacante ainda luta contra uma antiga contusão na coxa esquerda, mas garantiu que vai poder enfrentar o Vasco.
O zagueiro Argel lembrou que ainda está invicto no Palmeiras. Em seis jogos com a camisa do Alviverde, ganhou cinco e empatou um. "Quero manter a fase para comemorar o título", disse o zagueiro, que prevê outra disputa com Romário. "Mas quero deixar bem claro que o adversário será o Vasco, e não Romário." Ficha Técnica Palmeiras - Marcos; Rogério, Argel, Roque Júnior e Júnior; César Sampaio, Galeano, Alex e Pena; Euller e Basílio. Técnico - Luiz Felipe Scolari. Vasco - Hélton; Paulo Miranda, Odvan, Mauro Galvão e Gilberto; Amaral, Válber, Juninho e Alex Oliveira (Viola); Edmundo e Romário. Técnico - Antônio Lopes. Juiz - Jorge dos Santos Travassos (RJ). Local - Morumbi. Globo e Globosat/SporTV (21h40)