|
  • Bitcoin 120.336
  • Dólar 5,1649
  • Euro 5,2553
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 25/06/2022, 10:51

Palmeiras encara Avaí em meio a calendário apertado

PUBLICAÇÃO
sábado, 25 de junho de 2022

DIEGO IWATA LIMA
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Após perder para o São Paulo por 1 a 0, na quinta-feira (24), pelo jogo de ida das oitavas da Copa do Brasil, o Palmeiras vira a chave e se prepara para enfrentar o Avaí, neste domingo (26), às 16h (de Brasília), no estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC), pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. O encontro será o terceiro de uma sequência de cinco partidas com intervalos menores do que o recomendado pela Fifa.

O Palmeiras não teve três dias de intervalo entre seus jogos, como recomenda a Fifa, em 31 das 40 partidas disputadas pelo clube até o momento neste ano. Com Paulista, Mundial, Recopa, Libertadores, Brasileiro e Copa do Brasil, o clube se viu em campo com apenas dois dias de intervalo em 75% de seus compromissos.

O jogo contra o São Paulo, pela ida das oitavas da Copa do Brasil foi o segundo do Palmeiras na sequência de cinco sem o intervalo recomendado pela entidade máxima do futebol para que haja "a melhor performance esportiva possível". Por exemplo: o ideal é que um time que jogue em um dia 1º de um mês só entre em campo de novo no dia 5 deste mesmo mês.

"Nós sempre falamos nas reuniões que temos na CBF, lutamos muito para isso, que queremos no mínimo 72 horas de descanso entre cada jogo. Três dias. Quando conseguimos isso, são 24 horas que fazem a diferença", disse, João Martins, auxiliar de Abel Ferreira no Palmeiras, em coletiva, após a partida contra o rival tricolor, na quinta-feira.

"Não há nenhuma equipe no mundo que consiga aguentar isso. Vamos ter que fazer alterações no time. Não é priorizar, mas sim escolher os que estão melhores, que é o que fizemos hoje [quinta]", completou Martins, no Morumbi.

Até o fim do primeiro turno do Brasileiro, o Palmeiras já tem garantido que fará outros seis compromissos sem o intervalo de três dias, somando as tabelas da Copa do Brasil e Libertadores, além do próprio Nacional.

Em 24 de julho, quando tiver encerrado sua participação no primeiro turno do Brasileiro, contra o Internacional, o Palmeiras terá jogado 80,4% de seus jogos fora do prazo recomendável.

"É cansativo, mas as regras do jogo são essas. Quando vamos quebrar, não sabemos. Vamos testar nossos limites. Tentar gerir alguns jogadores para que eles não se lesionem, mas as lesões vão acontecer", disse João Martins.

"E quando um jogador se lesiona e perde um mês, são oito jogos de desfalque. Tentamos gerir ao máximo para eles não se lesionarem, mas sabemos o que vai acontecer. Gostamos de trabalhar no limite, mas não podemos ultrapassar esses limites", finalizou.

O clube alviverde volta a campo neste domingo para enfrentar o Avaí, e já na quarta-feira (29), terá pela frente o Cerro Porteño, em Assunção, pela ida das oitavas de final da Libertadores.

O técnico Abel Ferreira voltará ao comando do time alviverde no confronto com o rival catarinense, após ter cumprido período de isolamento da Covid-19. Outro retorno deve ser o meio-campista Raphael Veiga, que se recuperou de lesão na coxa e vem trainando normalmente com a equipe. Por outro lado, Abel não poderá contar com Danilo, que recebeu o terceiro cartão amarelo e cumpre suspensão.

Com a proximidade do confronto pela Libertadores, o técnico alviverde pode escolher mandar um time com nomes alternativos a campo. Uma possível escalação do Palmeiras tem: Weverton (Lomba); Marcos Rocha (Mayke), Gustavo Gómez, Murilo (Luan) e Piquerez; Gabriel Menino (Danilo), Zé Rafael e Scarpa (Atuesta); Dudu, Raphael Veiga (Rafael Navarro) e Rony.

O Avaí, por sua vez, tem dúvidas no gol: Douglas já participa de atividades com o time, mas ainda é dúvida para a partida deste domingo. Se não for liberado, Vladimir deve ser escalado. O técnico Eduardo Barroca tem a ausência confirmada do atacante Renato, que sofreu lesão muscular. Uma provável escalação do time catarinense tem: Vladimir (Douglas); Kevin, Arthur Chaves, Bressan e Cortez; Raniele, Bruno Silva e Eduardo; Willian Pottker, Muriqui e Bissoli.

Estádio: Ressacada, em Florianópolis (SC)

Horário: Às 16h (de Brasília) deste domingo (26)

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa/RJ)

VAR: Rodrigo Nunes de Sá (VAR-Fifa/RJ)

Transmissão: TV Globo e Premiere