Oswaldo exige mais dos zagueiros na pré-temporada2/Mar, 19:07 Por Wilson Baldini Jr. São Paulo, 02 (AE) - O time do Corinthians possui uma base, que foi construída no início de 1998, com o atual técnico da seleção brasileira, Wanderley Luxemburgo, e conquistou quatro títulos (um Paulista, dois Brasileiros e um Mundial). É verdade que o meio-de-campo perdeu o colombiano Rincón e o ataque ganhou Edílson e Luizão, substituindo Didi e Mirandinha. Mas a defesa foi o setor que mais alterações sofreu neste período. Por isso na pré- temporada fora de época corintiana, Daniel, Fábio Luciano, Adílson e Kléber foram os mais exigidos. "Estes dias foram fundamentais para ganharmos entrosamento", disse o zagueiro Fábio Luciano, uma das últimas contratações do Corinthians. Ele, ao lado do lateral-direito Daniel vieram da Ponte Preta, em dezembro, para disputar o Mundial de Clubes. "Vamos apresentar um índice de erro menor"garantiu o zagueiro. O quinteto formado por Dida, Daniel, Fábio Luciano, Adílson e Kléber é bem diferente daquele que ganhou o Campeonato Brasileiro em 1998. No gol, saiu Nei e entrou Dida. O paraguaio Gamarra foi para a Europa e deixou um "buraco negro", que só agora poderá ser preenchido. Batata contundiu-se seriamente e ficou afastado dos gramados por oito meses. Atualmente, fica no banco de reservas. E o lateral-esquerdo Silvinho teve seu passe negociado com o Arsenal da Inglaterra. Kléber e Augusto já foram testados e a diretoria ainda deve anunciar na próxima semana a contratação de Gilberto, do Vasco. Se nas laterais o Corinthians sofre de uma carência de quantidade e qualidade, entre os zagueiros de área a solução, segundo a comissão técnica da equipe, foi encontrada. E de tanto tentar. O elenco corintiano possui seis zagueiros. Além dos titulares Fábio Luciano e Adílson, aguardam por uma vaga no time João Carlos, Batata, Márcio Costa e Marcelo.