De Londrina
Operário e União Bandeirante buscam hoje, às 15h30, no estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa, a reabilitação no Campeonato Paranaense. O ‘‘Fantasma’’, que tem três pontos ganhos, vem de derrota para o Rio Branco em Paranaguá. O Alvinegro do Norte do Paraná, que soma apenas um ponto, perdeu em casa para o Paraná Clube.
A derrota quinta-feira, em Paranaguá, já foi assimilada pelo técnico Julinho Barcelos, no Operário. O treinador lamentou as várias chances de gol perdidas que poderiam ter mudado o resultado da partida. Sabendo que os três pontos são fundamentais para quem joga em casa, Julinho deve mudar algumas posições da equipe. O meia Émerson entrou bem contra o Rio Branco no lugar do experiente Macalé e pode ganhar uma vaga no time desde o início do jogo desta tarde.
O União ainda não deslanchou no Paranaense e sua campanha e já começa a preocupar os dirigentes. Para complicar a situação, o time faz dois jogos seguidos fora de casa contra adversários diretos na luta pela classificação na segunda fase: Operário, hoje, e Malutrom, no domingo. ‘‘Precisamos buscar pelos menos três pontos nestes jogos, na pior das hipóteses, dois empates’’, frisa o supervisor José Corpas Moreno. Sem poder escalar o volante Sidiclei (contundido) e o zagueiro Zé Antônio (problemas na documentação), o técnico Claudinho Antunes mantém o time que perdeu para o Paraná.

NO GERMANO KRUGER
Operário/Ponta Grossa
Osmar; Eli, Roger, Paulo Marcelo e Soares; Jeferson Viola, André Vieira, Júlio e Macalé (Émerson); Saldanha e Paulinho. Técnico: Julinho Barcelos
União
Luis Antônio; Casão, Chesco, Adriano e Preto; Vitor, Evandro, Ado e Carlinhos; Jabá e William. Técnico: Claudinho Antunes
Árbitro: José Francisco de Oliveira
Estádio: Germano Kruger, em Ponta Grossa
Horário: 15h30