|
  • Bitcoin 104.642
  • Dólar 5,3288
  • Euro 5,5594
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 01/06/2022, 17:22

Natação fecha patrocínio com Yakult e dá passo para 'arrumar a casa'

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 01 de junho de 2022

DEMÉTRIO VECCHIOLI
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) anunciou nesta quarta-feira (1º) um acordo de patrocínio de um ano com a Yakult. O acordo, em termos financeiros, sequer se aproxima do que no passado os Correios e o Bradesco pagavam à entidade, mas marca o primeiro contrato de médio prazo conseguido pela confederação em muito tempo.

A CBDA vive com muitas dificuldades financeiras desde o fim da gestão Coaracy Nunes, quando sofreu intervenção da Justiça. De 2017 para cá a confederação perdeu o contrato de patrocínio dos Correios, de R$ 5,7 milhões ao ano, e o acordo que tinha com a Globo para exibição de competições, que rendia cerca de R$ 3 milhões ao ano para os esportes aquáticos.

Por falhas nas prestações de contas de recursos da Lei Piva, a CBDA também perdeu acesso direto a verbas das Loterias. Os esportes aquáticos até têm direito a R$ 9,1 milhões em 2022 (é a modalidade com maior fatia do bolo), mas o dinheiro é administrado pelo COB, que por exemplo paga as passagens e as hospedagens das seleções.

As confederações com o nome limpo podem aplicar até 25% do que recebem da Lei Piva em administração da entidade, o que a CBDA não consegue fazer por não ter acesso ao dinheiro. A entidade tem verba para pagar viagens e competições, mas não para pagar uma conta de luz ou um funcionário.

O desafio dos dirigentes é, há algum tempo, equacionar essa conta, com a entrada de dinheiro privado. É o que a CBDA agora terá com esse patrocínio da Yakult, cujos valores não foram divulgados. Apenas o prazo do acordo: um ano, até maio de 2023. A empresa antes fez um teste, patrocinando o Troféu Brasil.

"Estamos muito satisfeitos com a parceria com a Yakult, que já rendeu grandes frutos no Troféu Brasil de Natação e continuará firme até o ano que vem. O esporte tem como um de seus ideais a saúde e é essa mensagem que tanto a CBDA, quanto a Yakult podem oferecer para as pessoas. Essa parceria também marca uma nova era dos esportes aquáticos. Podemos mostrar que a CBDA hoje é transparente, idônea e alinhada com as novas práticas do mercado. Isso com certeza foi fator fundamental para que a Yakult apoiasse a Natação brasileira", disse Luiz Fernando Coelho, presidente da CBDA.

"Ao assumirmos este patrocínio com a CBDA estamos reforçando o nosso compromisso com as futuras gerações, para que a Natação brasileira continue produzindo grandes atletas que orgulhem o Brasil", comentou Atsushi Nemoto, diretor presidente da Yakult Brasil. A empresa multinacional já patrocina a Fina e está presente em eventos como o Campeonato Mundial.