São Paulo, 03 (AE) - Duas equipes independentes, que usam o mesmo nome. A matriz é o Vasco, do Rio, dirigido pelo técnico Hélio Rubens Garcia. A filial é o Vasco, de Barueri, São Paulo, comandado pelo porto-riquenho Flor Melendez. Mas Vasco, mesmo, só o do Rio. O paulista nasceu de uma parceria entre a empresa de Cláudio Binotto e a Prefeitura de Barueri, patrocinada pelo Vasco carioca, que deseja reforçar a divulgação da marca junto ao público de São Paulo. "O Vasco é apenas o patrocinador do time, mas o trabalho das comissões técnicas é independente", ressalta Binotto.
Terça-feira, pela primeira vez, os dois Vascos vão enfrentar-se em um jogo oficial, usando o mesmo uniforme. O que muda é a cor - o time do Rio vai usar branco e o de São Paulo, preto.
Amanhã, pela segunda rodada do Campeonato Nacional Masculino, o Vasco enfrentará o campeão paulista Tilibra/Copimax
de Bauru, às 20 horas, no Rio. O time de Barueri jogará com o maior rival de seu patrocinador, o Flamengo/Petrobrás, às 20 horas, no Ginásio Municipal Boa Vista, em Barueri.
Binotto explicou que a marca Vasco é propriedade do Nations Bank, que tem como parceira a Procter & Gamble. O time de Barueri usa a marca Pringle, de batata frita, na camisa. O time de futebol do Vasco usa a marca Ace, um sabão em pó, no uniforme. "A Procter, patrocinadora do projeto do Nations Bank, tem mais de 300 produtos diferentes", esclarece Binotto.
Ninguém fala sobre valores mas, certamente, o time de Barueri custa muito menos do que o do Vasco, que teria hoje o maior orçamento entre as 14 equipes do Nacional.
O técnico Hélio Rubens observa que está "bem informado sobre o trabalho do Vasco do Rio". Apesar de o time já somar duas vitórias no Nacional o treinador afirma que a equipe "ainda está irregular", mas assumiu o compromisso com o trabalho e vai crescer muito durante o campeonato.
Confirma que os dois trabalhos, o do clube carioca e o de Barueri, são separados. "O Flor Melendez tem total autonomia no trabalho que executa e sei que, quando nos encontrarmos, um vai fazer de tudo para ganhar do outro", afirmou. Binotto, do Barueri, que também ganhou os dois jogos que disputou, concorda. "Vamos querer ganhar deles, apesar de serem favoritos."
Completam a rodada, às 20 horas: Unit/Uberlândia x Marathon/Franca; AGF/Casa Branca x Botafogo; Ipiranga/Badesc x Valtra/Mogi; A Hebraica x Londrina/Secomtel, RBM/Corinthians x COC/Ribeirão Preto.