SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) - Lionel Messi está na Arábia Saudita no dia seguinte à derrota do PSG por 3 a 1 para o Lorient, no Francês.

A craque argentino não participou do treino da manhã desta segunda-feira (1), segundo informou o jornal L'Équipe, sem mencionar se ele foi ou não liberado. O clube ainda não fez nenhuma publicação nas redes sociais desde o revés deste domingo (30), que fez com o vice-líder Olympique se aproximasse na tabela.

Messi viajou para a Arábia Saudita. Ele foi flagrado no aeroporto da capital Riade, de acordo com o Le Parisien, e postou uma foto no Instagram exaltando a natureza do país no Oriente Médio -em parceria paga com a página oficial do turismo local.

O jogador é embaixador do turismo no país e já havia viajado para lá recentemente. A viagem, portanto, seria uma obrigação contratual do atacante de 35 anos.

Os jogadores do PSG folgam amanhã (2) e se reapresentam na quarta (3). A equipe volta a campo no domingo (7), para enfrentar o Troyes, pela 34ª rodada da Ligue 1.

O nome do astro argentino está sendo ventilado no futebol saudita. O interesse vem na esteira da contratação de Cristiano Ronaldo pelo Al Nassr.

O Al Hilal chegou a sinalizar com uma proposta de R$ 1,2 bilhão por ano a ele. A informação foi publicada pelo jornal espanhol Marca, em março.

Messi, no entanto, já teria descartado jogar na Arábia Saudita e pretende continuar na Europa, segundo a TyC Sports, da Argentina. Ele também é alvo do Barcelona.