São Paulo, 04 (AE) - Diego Maradona foi internado hoje em uma clínica particular de Punta Del Este, cidade balneária do Uruguai, aparentemente por causa de uma overdose de cocaína. O ex-jogador argentino - considerado uma das lendas do futebol mundial e recentemente eleito o "Atleta do século" de seu país - foi levado diretamente para a UTI do Sanatório Cantegril, com um quadro de arritmia ventricular e hipertensão arterial, segundo o médico Frank Torres.
O campeão do mundo pela Argentina na Copa do México/86 foi internado por volta das 14h30 (local). Não foi confirmado se Maradona deu entrada em estado de coma, nem se o problema tinha sido causado por ingestão de drogas. O mesmo médico disse que "a hipertensão é multifatorial" e que o estado do ex-jogador evolui favoravelmente. "Se não surgirem complicações, sua estada aqui deve ser curta", acrescentou.
Ainda à tarde, policiais da Divisão de Narcóticos foram até a clínica, onde foram informados pelos médicos que "deste centro não saiu nenhuma denúncia".
Diego Maradona se encontrava na cidade a 135 quilômetros de Montevidéu, a capital uruguaia. E estaria estudando mais uma "oferta" de emprego - desta vez, para ser diretor-técnico do clube All Boys, da Segunda Divisão do futebol argentino. O ex-jogador está com 39 anos de idade e fora do futebol desde 1997, quando se confessou dependente de cocaína. Sua carreira já entrado em declínio em 1991, quando ainda jogava pelo Napoli, na Itália, e testou positivo para a droga, recebendo 15 meses de suspensão do futebol.