|
  • Bitcoin 121.924
  • Dólar 5,0950
  • Euro 5,2487
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 16/07/2022, 20:42

Mano diz que Internacional ainda está longe do 'potencial final' no ano

PUBLICAÇÃO
sábado, 16 de julho de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A atuação do Internacional diante do Athletico, neste sábado (16), foi elogiada por Mano Menezes. O time ficou no empate sem gols, mas criou chances no duelo válido pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Segundo o treinador, a equipe ainda não chegou ao limite. Ainda vai avançar para o 'potencial final' na temporada.

O Inter soma 29 pontos e é terceiro no Brasileirão, além de estar nas quartas de final da Copa Sul-Americana.

"Corda esticada é um termo muito nosso, então a gente nunca sabe o potencial final de uma equipe. Penso que ainda estamos distantes do potencial final. A melhora de cada jogador faz a confiança aumentar e com ela maior, se pode fazer mais. O mais importante é não se acomodar, exigir para fazer mais, fazer mais. Se estivermos bem, vamos tentar ficar muito bem. Depois disso, tentar ficar ótimo", disse Mano Menezes depois da partida em Curitiba.

No jogo contra o Athletico, o Inter manteve titulares mesmo com desgaste físico comentado nos bastidores. A equipe só teve os desfalques de atletas entregues aos médicos - como Fabricio Bustos, Alan Patrick, Taison e Wanderson. O desempenho foi bom: duas bolas na trave e pelo menos mais duas chances claras para marcar o gol da vitória.

"Saímos satisfeitos com a atuação da equipe. Sempre é um jogo bem complexo enfrentar o Athletico aqui, por ser uma boa equipe e com um ambiente forte de mandante. Conseguimos fazer um jogo com chances de vencer, duas bolas no poste, mais uma bola do Pena sozinho no início do segundo tempo. O primeiro aspecto é isso, jogando terceiro e quarto colocados. É importante para a gente enfrentar jogos assim com o comportamento que a equipe teve", comentou o treinador.

O Inter volta a campo diante do São Paulo, na quarta-feira (20), em Porto Alegre.