Luxemburgo aposta em Rincón na Colômbia2/Mar, 19:41 Por Eduardo Maluf São Paulo, 02 (AE) - O técnico Wanderley Luxemburgo, que esteve na semana passada nos Estados Unidos para assistir à Copa Ouro e observar o primeiro adversário da seleção brasileira nas eliminatórias para a Copa do Mundo, a Colômbia, não se mostrou nada entusiasmado com o que viu. O treinador não fez elogios à equipe do atacante Asprilla, mas está seguro de que enfrentará um time bem mais forte no dia 28, principalmente em razão da presença do volante Rincón, que, segundo ele, estará em campo. "Apesar de ter chegado à final da competição, a Colômbia enfrentou adversários muito fracos (perdeu do Canadá na final por 2 a 0)", comenta o treinador. "Mas é difícil fazer uma análise pelos jogos da Copa Ouro, porque a equipe estava muito desfalcada e, nas eliminatórias, vai ter reforços, como o Rincón que seguramente será convocado." Luxemburgo preferiu não adiantar o nome de nenhum jogador que estará na lista para o jogo com os colombianos, no dia 28, em Bogotá, mas admitiu que a base da seleção será a mesma que goleou a Tailândia por 7 a 0, há pouco mais de uma semana, em Bangcoc. Embora não tenha se assustado com a Colômbia, ele admite que o empate será um bom resultado. "O Brasil, pela tradição e força, tem sempre de entrar para ganhar, mas é uma estréia e na casa do adversário." O treinador esteve no Morumbi na noite de quarta-feira para ver a final do Torneio Rio-São Paulo, entre Palmeiras e Vasco, mas preferiu não fazer comentários sobre atuações individuais, embora tenha demonstrado desânimo com a ineficiência do ataque vascaíno, formado por Romário e Edmundo. "O Palmeiras jogou muito bem, dominou a partida e mereceu amplamente a vitória", analisa. Um jogador em especial que estava em campo foi observado por Luxemburgo, o goleiro Hélton, do Vasco. Durante o Pré-Olímpico, ele conversou bastante com o preparador de goleiros Paulo César Gusmão sobre a revelação do Vasco. Sua intenção é convocá-lo para a Olimpíada no lugar de Sílvio, do São Caetano, que esteve no torneio de Londrina. Dida dificilmente ficará fora de Sydney.