|
  • Bitcoin 118.060
  • Dólar 5,2124
  • Euro 5,3411
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 27/07/2022, 19:27

Lutador se aposenta após nocaute ter causado morte de adversário

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 27 de julho de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O francês Anthony Durand disse que a luta contra Phanphet Phadungchai foi a última de sua carreira, anunciando a aposentadoria do muay thai. O confronto aconteceu no dia 15 de julho e terminou com a morte do tailandês oito dias depois de ter sido nocauteado.

"Estou ciente que não me responsabilizo com o que está acontecendo, mas não consigo pensar que são os riscos", introduziu Durand, em uma publicação no Facebook. "Essa 28ª luta infelizmente foi a última e não voltarei. Não porque não tenho força, mas porque tenho convicções e me mantenho a elas", complementou.

No quinto e último round do confronto do 'Muay Thai Fighter X', na Tailândia, Durand acertou uma cotovelada na mandíbula do adversário. Phanphet foi ao chão com o golpe brutal e bateu a cabeça com força.

Na sequência, ele foi levado às pressas a um hospital em Bangkok, mas os médicos declararam sua morte cerebral por hemorragia no órgão devido às lesões. Incapaz de seguir sem o auxílio de equipamentos, ele foi mantido vivo por dias, até falecer no último sábado (23).

Embora a morte tenha sido um acidente da profissão, Durand ficou profundamente impactado pelo ocorrido. "É um choque. Talvez ele tenha levado muitos golpes antes dessa luta (...), mas fui eu que o enfrentei por cinco rounds. Foram os meus últimos, então é claro que sinto uma parte de responsabilidade que ninguém pode tirar da minha cabeça", prosseguiu.

"Só desejo que ele esteja a descansar em paz agora e me comprometo a contribui financeiramente com a mãe, a esposa e a filha até que elas me digam que não é mais necessário", acrescentou o francês. "Obrigado a todos que estiveram desde o meu início e me desculpem, porque sei que alguns se sacrificaram muito para me ver no topo", encerrou.