Campinas, 30 (AE) - A Portuguesa está impossível. Obteve hoje a terceira vitória consecutiva no Campeonato Paulista ao golear a Ponte Preta por 4 a l, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. O time do técnico Nelsinho Baptista - com aproveitamento de 100% -, foi mais eficiente diante do advesário
que também estava invicto na competição.
O time campineiro começou melhor na partida. O lateral Zé Carlos, jogando mais avançado, deixou o atacante Samuel duas vezes em excelente condições para marcar, logo no início do jogo. A Portuguesa, mais cautelosa, não arriscou muito. Mas, na primeira oportunidade que teve, abriu a contagem. O meia Bentinho, na falha do sistema defensivo da Ponte, fez l a 0, aos 10 minutos.
A Ponte pressionou e chegou ao empate no erro do goleiro Ronaldo, que reteu a bola por mais de seis segundos na pequena área. O meia Vânder cobrou a falta, com Dionísio deixando tudo igual: 1 a 1, aos 23 minutos. A Portuguesa passou à frente quando a Ponte recuperava-se no jogo. O meia Alexandre, em outra falha do sistema defensivo, aproveitou para fazer 2 a l, aos 34 minutos.
A Ponte voltou com Macedo no lugar de Samuel na etapa complementar. Depois o técnico Estevam Soares colocou Claudinho no lugar de Dionísio. Os volantes Simão e Carlinhos, bem no jogo, anularam as principais jogadas da Ponte, que ia ao ataque de forma desorganizada. A Portuguesa foi superior na etapa complementar.
O meia Marquinhos ampliou, fazendo 3 a l, aos 33 minutos. O goleiro Alexandre fez pênalti em Bentinho. O próprio meia cobrou e garantiu a vitória da Lusa por 4 a l, aos 46 minutos. Ficha Técnica: Gols: Bentinho, aos 10 minutos, Dionísio, aos 23 minutos e Alexandre, aos 34 minutos do primeiro tempo; Marquinhos, aos 33 minutos e Bentinho, aos 46 minutos do segundo tempo Ponte Preta: Alexandre; Zé Carlos, Alex, Ronaldão e Galego (Adrianinho); André Santos, Mineiro, Vânder e Dionísio (Claudinho); Fabiano e Samuel. Técnico: Estevam Soares. Portuguesa: Ronaldo (Fabiano); Márcio Goiano, Émerson, Tinho e Marcelo Santos; Simão, Carlinhos, Marquinhos e Alexandre (Evandro); Leandro (Gean) e Bentinho. Técnico: Nelsinho Baptista. Juízes: Alfredo Santos Loebeling e João Luis dos Santos Cartão Amarelo: Samuel, Márcio Goiano, Bentinho, Émerson Cartão Vermelho: Renda: não fornecida Público: não fornecido Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.