São Paulo, 20 (AE) - Aprovado nos testes promovidos pelo técnico Nelsinho Baptista, o lateral-direito Douglas conseguiu o que queria: um contrato por seis meses com a Portuguesa para disputar o Campeonato Paulista. Nelsinho não conhecia o jogador, mas gostou do desempenho de Douglas, de 26 anos, na pré-temporada do time do Canindé. Douglas é a mais nova tentativa da Portuguesa solucionar um problema que incomoda a equipe há algum tempo: a falta de um camisa 2 eficiente. A Portuguesa já teve dois campeões mundiais na sua lateral-direita.
Djalma Santos conquistou o primeiro título com a seleção brasileira em 1958 como jogador da Lusa. Zé Maria era jogador do clube quando participou da conquista do tricampeonato no México em 1970 como reserva de Carlos Alberto Torres. O último lateral-direito da Lusa que conseguiu alguma projeção foi o outro Zé Maria, que já passou pela seleção brasileira e atualmente está no Cruzeiro.
Desde a saída de Zé Maria, em 1996, a Portuguesa fez várias tentativas na lateral-direita, mas nenhum jogador conseguiu se firmar na posição. Na campanha do vice-campeonato daquele ano, o titular era Walmir, que ultimamente estava no Atlético-MG. Em seguida chegou Alexandre Chagas, que continua no clube mas está fora dos planos de Nelsinho. Ano passado veio Márcio Goiano, atualmente na reserva. Os volantes Alex e Ricardo Lopes também já foram testados na posição.
Agora, é a vez de Douglas, que veio do XV de Piracicaba. "Espero fazer um com Campeonato Paulista para ao término do meu contrato poder ir para outro grande clube ou renovar o meu acordo com a Portuguesa", afirma Douglas. A estréia oficial do jogador será domingo contra o Araçatuba, no Canindé.
Outro jogador que está em fase de testes é o atacante Jean, do Ipiranga-AM. Jean marcou um gol na vitória da Portuguesa sobre o Taubaté por 4 a 0 no jogo-treino realizado ontem (19) e vem agradando ao treinador.