Atletismo -

Londrinenses brilham na Copa do Brasil e garantem vaga no Pan de Cross Country

Tatiane Raquel Silva venceu a prova dos dez quilômetros na categoria adulta, enquanto Gabriela Tardivo foi segunda colocada no sub-20

Reportagem local
Reportagem local

A temporada 2020 começou de forma brilhante para a equipe Londrina/FEL/IPEC de atletismo. Tatiane Raquel Silva e Gabriela Tardivo garantiram classificação para representar o Brasil no Pan-Americano de Cross Country, que será realizado no dia 29 de fevereiro, em Victoria, no Canadá.

Tatiane Raquel Silva (208) venceu a prova dos 10 km e se classificou para o Pan Americano de Cross Country
Tatiane Raquel Silva (208) venceu a prova dos 10 km e se classificou para o Pan Americano de Cross Country | Assessoria de Imprensa CBAt
 

A dupla conseguiu as vagas depois de se destacar na disputa da Copa Brasil de Cross Country, disputada no sábado (18), em Serra (ES). Uma das melhores fundistas do Brasil na atualidade, a londrinense Tatiane Raquel Silva venceu a prova dos dez quilômetros feminino adulto, com o tempo de 37min55seg. “Estou muito feliz de ter vencido novamente”, disse a atleta, que já havia chegado ao lugar mais alto do pódio três anos atrás.




Começar a temporada com um grande resultado traz confiança para Tatiane, que tem como principal meta brigar pela vaga olímpica em Tóquio na prova de sua especialidade, os 3.000 metros com obstáculos. “Meu foco este ano é a Olimpíada de Tóquio, estou com boa pontuação, mas ainda vou tentar o índice de 9min30seg. Não é fácil, mas vou me preparar para isso", projetou a fundista, que atualmente lidera o ranking nacional da prova.


Gabriela Tardivo, de 15 anos, obteve sua vaga no Pan graças ao segundo lugar na prova dos seis quilômetros na categoria sub-20. A jovem, treinada por Cristiano Ribeiro, fechou a disputa com o tempo de 23min36seg. Ela também chegou ao pódio pela segunda vez na Copa Brasil de Cross Country – no ano passado havia vencido a prova dos quatro quilômetros na categoria sub-18.


O técnico Gilberto Miranda elogiou o empenho das atletas e vibrou muito com os resultados obtidos. “Começar o ano com grandes resultados é fantástico. As meninas estão de parabéns pela dedicação, sabemos que não é fácil por ser início de temporada, o corpo pesa. São duas atletas de potencial imenso e que tem muitos frutos a colher em 2020. Estamos muito felizes e empolgados para mais uma temporada”, frisou o treinador.


A Copa Brasil de Cross Country reuniu mais de 280 atletas de 41 clubes, representando 13 Estados e o Distrito Federal, no Condomínio Alphaville Jacuhy, em Serra (ES). As provas foram disputadas sem sol, mas com o tempo abafado e temperaturas variando entre os 21 e 27 graus. O Projeto Londrina Atletismo tem parceria com a Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Continue lendo


Últimas notícias