|
  • Bitcoin 123.661
  • Dólar 5,1592
  • Euro 5,3204
Londrina

Ginástica Rítmica

m de leitura Atualizado em 18/12/2021, 01:40

Londrinense brilha com a seleção brasileira no Pan-Americano de GR

Julia Kurunczi voltou da Colômbia com uma medalha de ouro e duas de prata

PUBLICAÇÃO
sábado, 18 de dezembro de 2021

Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

A ginasta londrinense Julia Kurunczi chega ao fim de 2021 comemorando uma vaga na seleção brasileira juvenil de conjunto de GR (ginástica rítmica) e as três medalhas conquistadas nos Jogos Pan-Americanos Júnior, disputado em Cáli, na Colômbia. 

Além de Julia Kurunczi, a seleção foi formada por Bianca Cavalcanti, Fernanda Lenz, Gabryela Nogueira e Luiza do Amaral Além de Julia Kurunczi, a seleção foi formada por Bianca Cavalcanti, Fernanda Lenz, Gabryela Nogueira e Luiza do Amaral
Além de Julia Kurunczi, a seleção foi formada por Bianca Cavalcanti, Fernanda Lenz, Gabryela Nogueira e Luiza do Amaral |  Foto: Ricardo Bufolin/CBG
 

Ao lado de outras três paranaenses e de uma paulista, Kurunczi levou o ouro para o Brasil na série de cinco fitas e prata no individual geral e na série de cinco bolas. "Acredito que a nossa performance foi muito boa e a competição foi uma ótima experiência. Demos o nosso máximo, tivemos algumas falhas, mas voltamos satisfeitas", afirma a ginasta de 15 anos. O país voltou com 10 medalhas do Pan - quatro ouros, quatro pratas e dois bronzes. 

Além de Julia Kurunczi, a seleção foi formada por Bianca Cavalcanti, Fernanda Lenz, Gabryela Nogueira e Luiza do Amaral. A técnica da equipe é a londrinense Juliana Coradine. Integrante da seleção desde 2015, Julia foi convidada, no segundo semestre deste ano, a integrar a seleção de conjunto e se mudou para Aracaju (SE), sede da Confederação Brasileira de Ginástica e onde funciona o centro de treinamentos permanente das seleções de GR. 

"Até agosto estava sempre na seleção no individual até que veio o convite para o conjunto e a mudança para Aracaju me trouxe uma grande evolução, como ginasta e como pessoa também", comenta a londrinense. 

Julia Kurunczi já começa 2022 com um novo desafio na carreira. Fará os testes para integrar a seleção brasileira adulta de conjunto, que é dirigida por outra técnica de Londrina, Camila Ferezin. "Não há outro segredo. É só com muito treino que vou conseguir", ressalta a ginasta, que começou na GR aos cinco em um projeto de iniciação na Unopar Londrina. 

LONDRINA

O ano terminou com resultados positivos também para as equipes da Unopar Londrina. A equipe voltou ao pódio em todas as categorias no Campeonato Brasileiro, com o título no infanto-juvenil e o segundo lugar no pré-infantil e adulto. O time londrinense ainda comemorou as várias convocações para as seleções adulta e juvenil e também a participação de Nicole Pircio nas Olimpíadas de Tóquio. 

"Mesmo com todas as dificuldades que a pandemia ainda nos impôs, estamos muito felizes com os resultados. Não paramos de treinar um só dia e os resultados vieram. Há muito tempo que não conseguíamos medalhas em todas as categorias no Campeonato Brasileiro e isso mostra que a Unopar voltou com força total", comentou a coordenadora e técnica da equipe, Dayane Camillo.

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link