Tubarão volta a vencer no Paranaense

Fora de casa, Londrina bateu o União de Francisco Beltrão e encerrou o jejum de vitórias que começava a incomodar a torcida alviceleste

Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha
Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha

Depois de três jogos, LEC volta para casa com três pontos e aposta no Café para manter embalo
Depois de três jogos, LEC volta para casa com três pontos e aposta no Café para manter embalo | Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube
 


O Londrina voltou a vencer depois de três jogos no Campeonato Paranaense e subiu na tabela de classificação do Estadual. A vitória por 1 a 0 sobre o União, no domingo (16), no estádio Anilado, em Francisco Beltrão, quebrou um jejum de 17 dias sem triunfos dentro do campo.


Com três alterações na equipe titular, o LEC foi melhor durante os 90 minutos e, se não fossem os erros de finalização, a vitória poderia ser mais tranquila. Destaque para o meia Matheus Bianqui, que fez o gol da vitória e para o garoto Felipe Camillo, que estreou entre os profissionais na lateral-esquerda.




Com a vitória o Londrina subiu para o quinto lugar com 13 pontos. O Tubarão volta a campo no sábado (22) de carnaval para enfrentar o Rio Branco, no estádio do Café. Já o União segue entre os últimos com apenas cinco ponto e enfrenta o Operário na próxima rodada também no Anilado.


O JOGO


O Londrina dominou completamente o primeiro tempo e poderia ter saído de campo com um placar bem mais elástico do que a diferença mínima pelas chances criadas. O primeiro lance ofensivo foi aos setes minutos e saiu o gol alviceleste.


Marcelinho cobrou o escanteio curto para Raí Ramos e o lateral cruzou na segunda trave. A bola passou por Júnior Pirambu, mas Matheus Bianqui deu um leve toque e a bola foi no ângulo do goleiro Marcos Paulo.


O LEC tinha muita liberdade para atuar pelos lados com Marcelinho e Igor Paixão e pelas pontas saíram as melhores oportunidades do Tubarão. Marcelinho perdeu dois gols incríveis. Na primeira, Marcos Paulo defendeu e na segunda o atacante driblou o goleiro para chutar em cima do zagueiro Casimiro, com o gol aberto.


Matheus Bianqui ainda obrigou Marcos Paulo a fazer um milagre ao defender uma cabeceada no canto esquerdo. O Londrina se defendia bem e a única chance do time da casa foi aos 40 minutos, quando o lateral Sorbara acertou um chute do meio da rua e Matheus Albino fez grande defesa no ângulo direito.


O segundo tempo foi mais equilibrado e o União voltou mais ofensivo com a entrada de Rafael Assis. Apesar disso, a melhor chance foi do Londrina para ampliar. Marcelinho cruzou da direita e Júnior Pirambu desviou dentro da área. Caprichosamente a bola bateu no pé da trave e saiu.


Além da entrada de Julio Rusch no intervalo, Alemão colocou o meia Danilo e o atacante Uelber no segundo tempo. O meia entrou bem e deu duas finalizações perigosas contra o gol do time da casa. Do outro lado, o técnico Agenor Piccinin colocou o grandalhão centroavante Dalmo e o União insistiu muito na bola aérea. Matheus Albino apareceu bem em vários cruzamentos e evitou uma pressão maior do rival.


O Londrina, no entanto, suportou bem e se tivesse caprichado mais na última bola teria construído uma vitória mais elástica e tranquila. No fim, valeram pelos três pontos e pela volta da tranquilidade.


FICHA DA PARTIDA


União: Marcos Paulo; Cleiton, Vitor, Casimiro e Sorbara. Léo Bartholo (Rafael Assis), Rafael e Sato. Marcelo Régis (Hugo), Jabá (Dalmo) e Luan. Técnico: Agenor Piccinin

Londrina: Matheus Albino; Raí Ramos, Augusto, William Correia e Felipe Camillo. Anderson Carvalho, Pedro Cacho (Julio Rusch) e Matheus Bianqui (Danilo). Marcelinho, Júnior Pirambu (Uelber) e Igor Paixão. Técnico: Alemão


Árbitro: Alter José Ragadali

Local: Estádio Anilado



Gol: Matehus Bianqui, aos sete minutos do primeiro tempo

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Continue lendo


Últimas notícias