|
  • Bitcoin 118.109
  • Dólar 5,2177
  • Euro 5,3453
Londrina

Londrina Esporte Clube

m de leitura Atualizado em 19/07/2022, 12:29

No fechamento do turno, LEC reencontra torcida após giro fora

Tubarão busca concluir primeira metade da competição na parte de cima contra um adversário que vem embalado pela vitória sobre o Vasco

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 19 de julho de 2022

Edson Neves - Especial para a FOLHA
AUTOR autor do artigo

Foto: Ricardo Chicarelli/Alep
menu flutuante

O Londrina reencontra a sua torcida após um intervalo de mais de duas semanas longe do Estádio do Café. Numa sequência fora de casa em que venceu a Chapecoense, perdeu para o Sport e empatou com o Ituano, o alviceleste duela agora com o Sampaio Corrêa, pela 19ª rodada da Série B, fechando o primeiro turno. A partida está marcada para as 19 horas.

O LEC, do capitão João Paulo, espera subir posições no último jogo do primeiro turno O LEC, do capitão João Paulo, espera subir posições no último jogo do primeiro turno
O LEC, do capitão João Paulo, espera subir posições no último jogo do primeiro turno |  Foto: Ricardo Chicarelli/Alep
 

Enquanto na última rodada o LEC teve mais sorte do que juízo, já que mesmo com o empate sem gols contra o Ituano ainda subiu uma posição e terminou a rodada em 10º, por causa da derrota do Novorizontino para o líder Cruzeiro por 2 a 1, a equipe do Maranhão venceu em casa o vice-líder Vasco por 3 a 1 e está na sexta posição, com o segundo melhor ataque do torneio, com 21 gols marcados.

Nesta Série B 2022, os adversários da noite se encontram em situações bem diferentes se comparado com o ano passado. O Sampaio Corrêa, que também tem como mascote o tubarão, terminou a edição 2021 em 15º lugar, com 47 pontos, o LEC ficou uma posição abaixo, com 44 pontos, tendo escapado do rebaixamento na última rodada. Naquela edição, no confronto direto, o Londrina perdeu no Castelão por 1 a 0 e venceu no Café por 3 a 1, com gols de Caprini, Roberto e Marcelo Freitas.

LEIA TAMBÉM:

LEC chega à metade da Série B com campanha mediana
Garcia, sobre Paulo Rogério: "Perdi um irmão e um goleiro excepcional”

Com 23 pontos e podendo chegar aos 26 em caso de vitória, o LEC tem uma campanha superior à registrada no primeiro turno do campeonato de 2021, quando o alviceleste conheceu a primeira vitória somente na rodada 7 e chegou à metade da competição com 19 pontos conquistados.

O técnico Adilson Batista terá todo o elenco à sua disposição, o que dá a possibilidade de o treinador manter o esquema com quatro meias usado contra o Ituano – com João Paulo e Jhonny Lucas na contenção e Gegê e Mossoró na armação -, ou então retornar o trio de ataque, usado em grande parte do campeonato, com Caprini, Douglas Coutinho e Gabriel Santos, no lugar de um dos meias. 

Já o técnico Léo Condé não pode dizer o mesmo na "Bolívia Querida". O que eram quatro desfalques na rodada passada agora se transformaram em nove. O lateral-direito Mateusinho, o volante Maurício e o atacante Pimentinha foram vetados pelo departamento médico e nem viajaram. O zagueiro Nilson Júnior e o meia Rafael Vila receberam o terceiro amarelo contra o Vasco e também ficam de fora. Seguem lesionados Luiz Daniel (goleiro), Alan Godói (zagueiro), João Victor (lateral-esquerdo) e Eloir (volante).

RODADA

Vasco, Grêmio e Bahia também jogam nesta terça pela 19ª rodada. O time carioca, vice-líder, busca a recuperação da derrota para o Sampaio Corrêa enfrentando o Ituano, às 21h30, em São Januário; o tricolor gaúcho, em 4º, encara o Brusque às 19h em Santa Catarina; e a equipe baiana, em 3º, recebe o CRB às 19h na Arena Fonte Nova, em Salvador.

NO CAFÉ

LONDRINA

Matheus Nogueira; Samuel Santos, Saimon, Vilar e Alan Ruschel (Eltinho); João Paulo, Jhonny Lucas e Gegê; Caprini, Douglas Coutinho e Gabriel Santos (Mossoró). Técnico: Adilson Batista

SAMPAIO CORRÊA

Gabriel Batista; Yann, Gabriel Furtado, Joécio (Pedro Carrerete ou Otávio) e Pará; André Luiz, Ferreira e Renatinho (Lucas Araújo); Nadson, Gabriel Poveda e Ygor Catatau. Técnico: Léo Condé

Árbitro: Rodrigo Pereira de Lima (PE)

Local: Estádio do Café

Horário: 19h 

Ingressos: R$ 60 (cadeira) e R$ 40 (arquibancada) - Mulheres não pagam

TUBARÃO DEVE BUSCAR REFORÇOS NESTA JANELA

Liberado do "transfer ban" da Fifa, o Londrina deve se mexer na janela de transferências aberta para os times das Séries A e B do Brasileirão. O Tubarão quer, no mínimo, uma contratação para cada setor de linha. No momento, a posição mais carente seria a lateral direita. Sem Watson, que deixou o clube, Samuel Santos não tem um reserva imediato e na última vez que esteve fora de combate o zagueiro Denilson atuou improvisado.

Mesmo com reservas em cada posição, o alviceleste também deve ir ao mercado para trazer um zagueiro, um volante, um meia e um atacante de lado. O clube já teria um acerto com o jovem volante Gustavo Lopes, do Grêmio Prudente. Em reta final de negociação estaria o lateral-direito Lucas Mazetti, do Brasil de Pelotas, enquanto o volante Robson Alemão, do Ferroviário-CE, foi especulado. Já entre as saídas, o lateral-esquerdo Alan Ruschel confirmou em entrevista coletiva que recebeu sondagens, mas que está focado em permanecer no LEC. E o Coritiba estaria de olho no atacante Caprini, um dos destaques alvicelestes na temporada.

Perguntado sobre a janela, o técnico Adilson Batista desconversou. “Vamos sentar (com a diretoria) e conversar. A questão é que temos mais 19 rodadas em quatro meses. É necessário que esteja (reforço) treinando, já no ritmo. Porém, ainda acho que podemos extrair mais no elenco. Estou satisfeito com a dedicação e profissionalismo deles”. (E.N.).

PC GUSMÃO DEIXA CARGO 

Paulo César Gusmão não é mais o coordenador técnico do alviceleste. Em vídeo publicado pelo clube nas redes sociais, Gusmão justificou seu desligamento por problemas pessoais. "Preciso retornar ao Rio de Janeiro para estar ao lado da minha família e resolver alguns problemas. A prioridade sempre será a minha família", afirmou.

Experiente, o ex-goleiro teve uma carreira longa como treinador e desde 2018 exercia a função de coordenador técnico do Vasco. No ano passado, faltando três rodadas para o fim do Brasileiro, Gusmão chegou ao LEC e afirmou ter contribuído internamente para que o Tubarão não fosse rebaixado para a Série C. Nesta temporada, se manteve na troca do comando técnico de Vinícius Eutrópio por Adilson Batista e teria deixado o clube após a derrota para o CRB, em maio. Porém, após uma reunião com a diretoria, foi decidido pela sua reintegração.

"Fico na torcida para que a equipe possa fazer um campeonato ainda melhor, já que na atual situação a gente vem fazendo um campeonato estável, seguro", completou. Por fim, o agora ex-coordenador técnico do Londrina falou em fechamento de ciclo. "Infelizmente, a vida é assim. Ela tem início, meio e fim. E toda trajetória profissional também. Um ciclo que se encerra, mas com carinho muito grande, levando a todos em meu coração. Só levo daqui boas lembranças e grandes recordações". (E.N.)